Nilópolis volta a dar Coronavac: ‘Meu marido não teve tempo de tomar nenhuma dose’, lamenta viúva

·2 minuto de leitura

Depois de dois meses sem a vacina Coronavac para a segunda dose, o município de Nilópolis voltou a aplicar o imunizante há cerca de uma semana, desde 30 de junho. Segundo a prefeitura, a vacinação foi suspensa em maio por causa de desabastecimento do governo federal. Mas a direção do Posto Central de Nilópolis alerta que a procura tem sido baixa. Na manhã de ontem, só 10 pessoas tinham ido ao posto para a segunda rodada do imunizante, o mesmo número do dia anterior. Dentre as 1.225 pessoas que deveriam comparecer, menos de 300 procuraram a unidade para completar a imunização desde a semana passada, de acordo com a direção. No município todo, 3 mil não tomaram a segunda dose ainda. O prazo recomendado entre a primeira e a segunda dose da Coronavac é de 28 dias.

Uma das poucas pessoas no posto ontem era a aposentada Adélia Moreira Braga, de 67 anos. Ela tomou a primeira dose em abril e deveria ter tomado a segunda em maio, justamente quando a vacinação foi suspensa.

— Estava esperando até hoje. Nunca tinha a vacina. Estou feliz da vida porque vou tomar a segunda dose — celebrou a moradora de Nilópolis, que disse que procurou os postos diversas vezes nesse período.

Com os olhos marejados, a aposentada estava muito emocionada por finalmente completar a imunização.

— Tem que tomar a vacina! Eu tive covid e meu esposo morreu de covid há 7 meses.

O aposentado Adalberto Luiz Soares, de 69 anos, morreu no dia 19 de novembro após 15 dias entubado no hospital da Fiocruz com complicações no pulmão. Vascaíno, ex-vigilante, músico, compositor e marido de Adélia há 8 anos, ele tinha duas filhas e três netos de outro relacionamento, e esperava fazer uma grande festa de comemoração dos seus 70 anos, que completaria em outubro:

— Ele era muito bom em tudo, calmo. Lembro dele rindo. A gente via tanto filme juntos, hoje nem vejo filme mais. Ele falava “deixa chegar logo essa vacina para a gente tomar”. Não deu tempo dele tomar nenhuma dose. Demorou muito.

Adélia também teve a doença, mas não chegou a ser hospitalizada. Ela diz que sentiu febre, dor no corpo e perda do paladar e fez o teste RT-PCR, que deu positivo para Covid-19.

— Eu aconselho as pessoas a tomarem a vacina. Não pode ficar sem tomar. Olha quantas pessoas estão morrendo.

Para tomar a segunda dose da Coronavac em Nilópolis, o morador deve comparecer ao posto onde tomou a primeira dose de segunda a sexta-feira das 9h às 17h com o cartão de vacinação. Para segunda dose da AstraZeneca, deve procurar o posto de saúde na data marcada no cartão de vacinação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos