'Ninguém come PIB', diz presidente do PT ao comentar sobre economia do país

·1 minuto de leitura
Senator Gleisi Hoffmann, president of the Workers Party (PT) speaks during a press conference at the PT headquarters in Sao Paulo, Brazil, on August 13, 2018. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP)        (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Gleisi Hoffmann criticou visão de recuperação econômica difundida por Bolsonaro e Paulo Guedes (Nelson Almeida/AFP via Getty Images)
  • Presidente do PT critica situação econômica do país e posicionamento do governo federal

  • Segundo Gleisi, "ninguém come PIB [Produto Interno Bruto]"

  • Para Guedes e Bolsonaro, a economia está em recuperação

A presidente do PT (Partido dos Trabalhadores), Gleisi Hoffmann usou o Twitter nesta segunda-feira (14) para questionar a forma com que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Economia, Paulo Guedes, enxergam a situação econômica e social do país, principalmente ao comemorar a alta de 1,2% do PIB (Produto Interno Bruto) no primeiro trimestre de 2021. “Crescimento para quem? Como diz Maria da Conceição Tavares, ninguém come PIB”, criticou a política.

Leia também:

“Desigualdade bate recorde na pandemia e renda média despenca ao menor patamar da série. É sobre isso que falamos quando questionamos a dita recuperação da economia bradada por Guedes e Bolsonaro”, escreveu Gleisi. 

Comemoração do PIB

No início de junho, quando a alta do PIB foi divulgada, Guedes comemorou e disse que esse resultado mostra “um crescimento bastante forte da economia este ano”.

No mesmo dia, Bolsonaro também comemorou o resultado. “Nosso PIB superou hoje as expectativas para o 1º trimestre, crescendo 1,2% e voltando ao ritmo otimista do período pré-pandemia. Resultado de um trabalho intenso que priorizou, além do combate à doença, proteger os empregos e garantir a dignidade dos brasileiros“, afirmou. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos