Nissan é quinta montadora a anunciar paralisação da produção no Brasil

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO - A montadora Nissan informou nesta quarta-feira (24), em nota, que vai adotar férias coletivas em seu complexo industrial de Resende, no Rio de Janeiro, paralisando a produção entre os dias 26 de março e 9 de abril. O motivo é o agravamento da pandemia do coronavírus. É a quinta montadora a anunciar a interrupção nas linhas de produção no país.

"Buscando garantir a segurança de seus funcionários como parte do esforço de reduzir o impacto da pandemia, adaptar a empresa ao cenário atual dos desafios enfrentados pelo setor automotivo e garantir a continuidade do negócio, a Nissan decidiu adotar férias coletivas em seu complexo industrial de Resende de 26 de março a 9 de abril", informou a empresa em nota.

Segundo a montadora, a produção será retomada no dia 12 de abril.

Volkswagen, Scania e Volvo também já anunciaram a paralisação da produção nas fábricas do ABC paulista nos próximos dias. Nesta terça-feira (23), a alemã Mercedes-Benz também informou que vai parar a fabricação de veículos nas fábricas de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, e em Juiz de Fora, Minas Gerais, por conta da pandemia de Covid-19.

Além da pandemia, as montadoras enfrentam falta de algumas peças, o que também vem comprometendo a cadeia produtiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos