Nissan transformará Datsun em marca de carros elétricos baratos

Nissan pretende transformar a Datsun em uma montadora elétrica de baixo custo
Nissan pretende transformar a Datsun em uma montadora elétrica de baixo custo
  • Datsun é uma das montadoras mais tradicionais do Japão, e hoje pertence a Nissan;

  • Marca era focada na venda de carros de baixo custo em países emergentes;

  • Em comunicado oficial, Nissan falou de mudança de estratégia global.

Na última semana, a montadora de carros japonesa, Nissan, anunciou o fim da linha de carros de baixo custo Datsun, que atuava em mercados emergentes, como a África do Sul, Rússia, Indonésia e Índia. No entanto, pelo que fontes internas da empresa afirmaram, é possível que na verdade a marca passe por uma mudança de estratégia.

De acordo com a publicação americana Automotive News, que conversou com um executivo anônimo da Nissan, os planos da montadora japonesa é que em um futuro próximo a Datsun volte ao mercado, focada em veículos elétricos econômicos.

Mudança de estratégia

No comunicado compartilhado na semana passada, a própria Nissan especulou em uma mudança de estratégia, enquanto destacava o histórico de satisfação oferecido pelos automóveis da Datsun.

“Para milhares de proprietários no mundo inteiro, a Datsun continua a fornecer uma experiência de condução envolvente, tranquilidade de compra pelo preço certo e grande valor. Como parte da estratégia de transformação global da marca, a Nissan está se concentrando nos principais modelos e segmentos que trazem um benefício aos clientes, parceiros revendedores e negócios", disse a empresa.

A aposta de transformar a Datsun, uma das marcas japonesas mais tradicionais, em uma montadora elétrica não é sem fundamento. A Nissan, junto de suas parceiras Mitsubishi e Renault, vem lançando os modelos movidos a eletricidade mais baratos do mundo. Como exemplo é possível destacar o Dacia Spring, lançado na França com incentivos do governo, que sai a 12.403 euros (R$ 65,6 mil). Ou ainda o futuro Renault Kwid elétrico que será lançado no Brasil, que a empresa promete ser o modelo a bateria mais barato do país. Atualmente um Renault Kwid normal sai por volta dos R$ 61 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos