Niterói pode ter sistema de alerta para ajudar na busca por crianças desaparecidas

·2 min de leitura

NITERÓI — A Câmara Municipal de Niterói aprovou, este mês, o Projeto de Lei 388/21, também chamado de Projeto de Lei Polyanna Ketlyn, que estabelece o Alerta para Resgate de Pessoas em Niterói (ARP). O programa tem o objetivo de regular a criação de uma rede municipal de informações para auxiliar na investigação de situações de desaparecimento, sequestro ou rapto de crianças e adolescentes. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), ao longo de 2020 foram registrados na cidade 12 desaparecimentos no grupo vulnerável, de 0 a 17 anos.

A medida parlamentar foi inspirada no sistema americano de envios de mensagens por telefone celular e outros meios de comunicação para ajudar a elucidar estes casos. O projeto de lei, de autoria dos vereadores Jhonatan Anjos e Renato Cariello, ambos do PDT, faz referência à menina Polyanna Ketlyn Ribeiro, que desapareceu após sair para comprar um doce numa vendinha próxima à sua casa, em Piratininga. Depois disso, ela nunca mais foi vista. Desde 2015, Marcele Ribeiro Silva, mãe da menina, procura pistas que possam levá-la a saber o que aconteceu naquela noite de abril. Na época, Polyanna tinha 10 anos.

— Essa lei vai ajudar muitas mães a não passarem o que passo até hoje. Não existem barreiras nem limites para eu procurar minha filha— desabafa.

Jhonatan destaca que por ano o Brasil registra 40 mil desaparecimentos de crianças e adolescentes. —Nosso projeto quer integrar os sistemas já existentes no auxílio ao combate de diversos crimes cometidos contra essa população. São famílias que definham e se desestruturam na busca por seu parente—enfatiza.

Os vereadores destacam que as primeiras 72 horas são primordiais para a conclusão bem-sucedida dos casos. Agora, o projeto de lei aguarda a sanção do prefeito Axel Grael.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos