No 2º turno, Lula ganha todos os cenários e Bolsonaro só vence Haddad

Caminhada por Lula presidente com Haddad, Rui Costa e Wagner, saindo da senzala do barro preto (sede Do Ilê Aiyê) em Salvador (BA), nesta terça-feira (21). (Márcio Reis/Futura Press)

A pesquisa Datafolha, divulgada, nesta quarta-feira (22), além de mostrar a intenção de votos no primeiro turno com e sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), também apurou 10 possíveis cenários de segundo turno. No primeiro, com Lula, o PT ganha (39%); sem Lula, Jair Bolsonaro (PSL) pontua mais (22%). No segundo, a situação não é a mesma. Lula continua ganhando todos os duelos, mas, sem o político preso em Curitiba desde abril, Bolsonaro perde quase todos os embates; só vence de Fernando Haddad, vice e substituto direto da chapa do Partido dos Trabalhadores.

No confronto direto entre Lula e Geraldo Alckmin (PSDB), os índices saltam para 53% contra 29%, do tucano; entre Lula e o capitão reformado do Exército, 52% e 32%; com Marina Silva (Rede), 51% versus 29%.

Marina, depois de Lula, é a que melhor pontua. Ela ganharia, pela pesquisa, contra Bolsonaro, de 45% a 34%; com Alckmin, a disputa sairia por 41% a 33%.

Alckmin viria depois, com vitórias sobre Bolsonaro, de 38% a 33%, a disputa mais acirrada; de 37% a 31% com o candidato do PDT, Ciro Gomes; e de 43% a 20%, com Haddad, sendo o confronto mais tranquilo para o tucano.

Ciro também venceria de Bolsonaro, de 38% a 35%. E o cenário restante é de Bolsonaro com o atual vice de Lula, de 38% a 29% para Haddad. Mostrando uma subida, no segundo turno, de Lula e Alckmin; uma estagnação de Bolsonaro; e a oscilação de Marina Silva.

A pesquisa foi feita entre 20 e 21 de agosto, com 8.433 eleitores de 313 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para cima e para baixo.

Saiba mais:
Bolsonaro lidera com 22% contra 16% de Marina em cenário sem Lula, diz Datafolha