No Catar, Costa Rica vai precisar reeditar façanha de 2014 em grupo que terá Espanha e Inglaterra

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Costa Rica venceu a Nova Zelândia por 1 a 0, com gol de Joel Campbell, e garantiu a última vaga para a Copa do Mundo no Catar. Apesar do resultado, os neozelandeses foram superiores, mas pararam nas grandes defesas de Keylor Navas. A seleção costarriquenha entra no grupo E da competição, junto com Espanha, Inglaterra e Japão.

Nas Eliminatórias da Europa, Alemanha e Espanha se classificaram sem sustos. Na asiática, o Japão ficou em segundo no seu grupo, atrás da Arábia Saudita, mas bem distante do terceiro colocado, a Austrália. Também passou com uma certa tranquilidade. Já a Costa Rica, teve mais dificuldade para chegar no Mundial: ficou em quarto nas Eliminatórias das Américas do Norte, Central e Caribe (Concacaf), atrás de Canadá, México e Estados Unidos, e teve que passar pela repescagem.

À primeira vista, diante de adversários com craques de nível mundial e tecnicamente superiores, espera-se que a Costa Rica tenha bastante dificuldade e seja apenas figurante em seu grupo. Mas a atuação na Copa do Mundo do Brasil, há oito anos, mostra que não se deve dar a equipe como vencida.

Em 2014, a Costa Rica ficou no grupo denominado ‘da morte’, diante de Itália, Uruguai e Inglaterra, mas surpreendeu e se classificou em primeiro lugar. O primeiro grande resultado veio logo na estreia, quando venceu os uruguaios por 3 a 1. Na segunda rodada, no Recife, repetiu a dose contra os italianos, e garantiu o primeiro lugar ao empatar sem gols com os ingleses, no Mineirão.

Alguns nomes ainda são remanescentes de oito anos atrás, como Bryan Ruiz, Joel Campbell e Keylor Navas. Na Copa da Rússia, em 2018, a seleção ficou no grupo com Brasil, Sérvia e Suíça, e não passou nem perto de avançar para as oitavas de final, terminando em último com um ponto conquistado.

Esta é a terceira Copa seguida da seleção de Costa Rica e sexta em sua história, participando das edições de 1990, 2002, 2006, 2014 e 2018.

A Costa Rica estreia contra a Espanha, na quarta-feira, dia 21 de novembro, às 13h (de Brasília). Na segunda rodada, dia 27, enfrenta o Japão, às 7h, e encerra a fase de grupos contra a Alemanha, às 16h, no dia 1° de dezembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos