No Complexo do Alemão, nem a informalidade salva a renda das famílias durante a pandemia

"Como ganhar dinheiro nessa época de pandemia em 2021".

O título do primeiro vídeo postado no canal "JEFE Produções" é, também, a dúvida de outros milhões de brasileiros. Foi nas redes sociais que Jefferson dos Santos, morador do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, tenta tirar seu sustento.

O que tem colocado comida no prato da família é, na verdade, um pequeno comércio de alimentos que ele montou em frente à sua casa. Nas prateleiras: salgadinho, bala, pirulito, bebidas em geral.

Taxa de desemprego segue em 14%, mas trabalho informal cresce na pandemia

Dados da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgados em janeiro pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontam que a taxa de desemprego manteve-se no patamar recorde de 14 milhões de pessoas — o equivalente a 14,1%.

Contudo, a população ocupada aumentou 4,7%, chegando a 85,6 milhões de pessoas, um incremento de 3,9 milhões ante o trimestre anterior.

O crescimento foi puxado principalmente pela informalidade, que está em 39,1%. Entre os informais, o número de trabalhadores sem carteira assinada cresceu 11,2% no trimestre e chegou a 9,7 milhões de pessoas.

Há, no entanto, aqueles que nem o mínimo conseguiriam se não fosse a ajuda de projetos sociais. A ONG Voz das Comunidades, com forte atuação no Complexo do Alemão, tem levado comida àqueles que não puderam manter as refeições diárias com a queda da renda ao longo da pandemia. As doações são feitas pelas redes sociais e os voluntários cuidam da compra e da distribuição de alimentos.

Se não fosse isso, Gildo dos Santos estaria, de fato, passando fome. Há três anos ele sofreu um acidente de trabalho e, desde então, não consegue mais carregar peso sem sentir dores que tomam todo o seu corpo. “Quando carrego peso preciso deitar e tomar um comprimido para aliviar a dor”, diz Gildo.

Por hora, ele não tem outra opção senão revirar o descarte da comunidade em busca do necessário para colocar comida na mesa. E depois de um dia inteiro de trabalho, a única alternativa de Gildo é tomar um “comprimido”, deitar e esperar a dor passar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos