No Dia do Circo, site de dados sobre arte circense é lançado no Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma prévia do site Circodata – Dicionário do Circo Brasileiro , que reúne informações sobre a arte circense, biografia dos artistas, famílias atuantes no setor, árvores genealógicas, obras de referência, fotografias e ilustrações, além de um glossário com 1.400 verbetes, foi lançada nesta segunda (27), data em que se comemora o Dia do Circo. As informações são da Agência Brasil.

O projeto, da pesquisadora Cristina Bend, foi contemplado pelo programa de fomento Rumos, do Instituto Itaú Cultural, e teve a colaboração de profissionais de diversas áreas. A autora destaca que o site é uma maneira de homenagear os mais de mil circos itinerantes de pequeno, médio e grande porte, e as mais de 100 famílias e uma média de cinco mil artistas circenses que estima-se existir hoje atuando no país.

A ideia do trabalho surgiu ainda na década de 1980, quando a pesquisadora desenvolveu, por ocasião de um trabalho de conclusão de curso, um glossário de verbetes sobre o circo. “É provável que detalhes relevantes tenham ficado de fora deste dicionário. Trata-se de uma obra aberta que não se esgota aqui e aceita contribuições de todos os interessados no tema”, esclarece a autora no texto de apresentação do site. A expectativa é que, a partir de junho, todo o material reunido esteja disponibilizado integralmente no site.

A plataforma é inspirada no site internacional Circopedia, mas ela aponta que não havia muita informação sistematizada sobre a área no Brasil. A proposta é dar visibilidade às famílias de artistas circenses que chegaram ao país por volta do século 19. Segundo Cristina Bend, o trabalho abrange especialmente o período do século 20, “confirmando que o circo está no presente e não só no passado”.