‘No meu governo está proibido falar Renda Brasil, é Bolsa Família’, afirma Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro homenagearam hoje o músico Francisco Ferreira Lima, conhecido como Pinto do Acordeon, que morreu em julho deste ano, aos 72 anos, vítima de câncer.
Presidente Jair Bolsonaro criticou possível declaração da equipe econômica (Foto: Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou que fará um novo programa social chamado Renda Brasil. O governo federal continuará a usar o nome Bolsa Família, criado em 2004, no governo do ex-presidente Lula.

“Até 2022, no meu governo está proibido falar a palavra ‘Renda Brasil’. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, disse o presidente em vídeo publicado nas redes sociais.

No vídeo, Bolsonaro ainda negou que a criação do novo programa social exigiria retirar dinheiro aposentadorias e benefícios de pessoas com deficiência. As informações foram publicadas por diversos veículos de comunicação, criticados por Jair Bolsonaro. “Eu já disse que eu jamais tirar dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos. Quem, por ventura, vier propor uma medida como essa eu só posso dar um cartão vermelho para a pessoa.”

Leia também

“É gente que não tem um mínimo de coração, um mínimo de entendimento de como vivem os aposentados no Brasil”, continuou Bolsonaro. Segundo o presidente, pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado algo nesse sentido, mas, da parte dele, isso nunca aconteceria.

“Jamais vamos congelas salários de aposentados, bem como fazer com que o auxílio para idosos e pobres para deficiência seja reduzido para qualquer coisa que seja.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos