No Planalto, Lula recebe cumprimento de chefes de Estado estrangeiros

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Logo após tomar posse no Congresso e discursar no parlatório do Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu os cumprimentos dos chefes de Estado que vieram ao Brasil para prestigiar a posse presidencial.

Estiveram a todo o momento ao lado do presidente a primeira-dama, Janja Lula da Silva, o vice-presidente, Geraldo Alckmin, e a segunda-dama, Lu Alckmin. Ao todo, 18 chefes de Estado vieram a Brasília para a cerimônia. Entre eles está a maioria dos mandatários latino-americanos, com as exceções de Peru e Venezuela.

Notícias relacionadas:

No caso do Uruguai, dois ex-presidentes também vieram cumprimentar e tirar foto com Lula. São eles Julio María Sanguinetti (1995-2000) e José Pepe Mujica (2010-2015). Ambos acompanharam o presidente uruguaio Luis Alberto Lacalle Pou no cumprimento formal ao novo presidente do Brasil.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe os cumprimentos dos chefes de Estado no Palácio do Planalto
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe os cumprimentos dos chefes de Estado no Palácio do Planalto
Julio María Sanguinetti e José Pepe Mujica cumprimentam presidente Lula- Tania Rego/Agência Brasil

Ao todo, delegações de 65 países confirmaram presença, entre chefes de Estado e de governo, vice-presidentes, chanceleres, enviados especiais e representantes de organismos internacionais. Somados ainda embaixadores e corpos diplomáticos, são cerca de 120 países representados.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, cumprimenta o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, cumprimenta o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto
Presidente da Argentina, Alberto Fernández, cumprimenta o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto - Tania Rego/Agência Brasil

Os 18 chefes de Estado presentes foram o rei da Espanha, Felipe VI, e os presidentes dos seguintes países:

Alemanha - Frank-Walter Steinmeier

Angola – João Lourenço

Argentina – Alberto Fernandes

Bolívia – Luis Arce

Cabo Verde – José Maria Neves

Chile – Gabriel Boric

Colômbia – Rodrigo Chaves

Equador – Guillermo Lasso

Guiana - Irfaan Ali

Guiné-Bissau – Umaro Sissoco Embaló

Honduras – Xiomara Castro

Paraguai – Mario Abdo Benitez

Portugal – Marcelo Rebelo de Sousa

Suriname – Chan Santokhi

Timor Leste – José Ramos Horta

Togo – Faure Gnassingbé

Uruguai – Luís Lacalle Pou

Zimbábue – Wang Qishan

A primeira-dama do México, Beatriz Gutiérrez Müller, veio representando o presidente do país, Manuel López Obrador. Também estiveram presentes os vice-presidentes da China, Wang Qisham; de Cuba, Salvador Mesa; de El Salvador, Félix Ulloa e do Panamá, José Gabriel Carrizo.

Os chefes de Governo confirmados foram os da República de Guiné, Mali, Marrocos e São Vicente e Granadinas. Estiveram presentes ainda os vice-primeiros ministros do Azerbaijão e da Ucrânia.

No caso de presidentes de poder, as presenças confirmadas foram dos presidentes do Conselho da Federação (Rússia), da Assembleia Nacional Popular (Argélia), Assembleia Consultiva Islâmica (Irã), Senado e Assembleia Nacional (República Dominicana), Assembleia da República (Moçambique), do Senado da Jamaica e da Guiné Equatorial, do Parlamento Nacional (Sérvia) e da Assembleia Nacional (Venezuela).

A posse de Lula contou ainda com enviados especiais da União Europeia, do Reino Unido, dos Estados Unidos, do Catar, Quênia, da França, dos Emirados Árabes Unidos, de Singapura e Camboja.

Neste momento, o presidente Lula participa da solenidade de posse dos ministros, no Palácio do Planalto, e depois segue para o Itamaraty, onde está previsto um jantar com as autoridades estrangeiras.