No PR, moradores querem escolher vacina e recusam dose disponível

·2 minuto de leitura
  • A Prefeitura de Foz do Iguaçu (PR) enfrenta dificuldades para vacinar a população adulta contra a Covid

  • Moradores querem escolher o imunizante e voltam para casa se não houver a vacina preferida

  • Todas as doses disponíveis foram aprovadas pela Anvisa e não prejudicam a saúde

Moradores de Foz do Iguaçu (PR) estão recusando vacinas contra o coronavírus porque querem escolher qual imunizante preferem tomar, mesmo todas as doses disponíveis terem sido aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A Prefeitura de Foz do Iguaçu informou ao portal G1 ter registrado casos em que moradores deixaram de ser imunizados contra a Covid-19 por não aceitarem a vacina disponível na unidade de saúde.

De acordo a coordenadora do programa de imunização, Adriana Izuka, nas últimas semanas, o município identificou um aumento no número de pessoas que fazem o agendamento, comparecem ao local de vacinação, mas rejeitam receber a dose, por não ser do laboratório preferido.

"A pessoa é bem sincera mesmo, de falar: 'Eu queria aquela vacina, mas como não tem então não vou tomar, vou esperar chegar a outra'", contou a coordenadora ao portal G1.

Segundo as autoridades do setor de saúde, as justificativas para recusar a dose são dúvidas sobre a eficácia do imunizante, efeitos colaterais e até se a vacina permite viagens ao exterior. O número de pessoas que recusaram as doses não foi divulgado pela Prefeitura.

Desde o começo da campanha de vacinação, o Paraná recebe três imunizantes: Coronavac, Astrazeneca e Pfizer. Todos foram testados e liberados pela Anvisa.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até a última sexta-feira (11), Foz do Iguaçu registrou 38.746 casos confirmados do novo coronavírus e 953 mortes pela Covid-19. A cidade conta 592 casos ativos da doença, e está com a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid do Hospital Municipal lotada desde 7 de maio.

Segundo a secretaria, até sexta, 42,2% da população acima de 18 anos está vacinada na cidade. Das 119.236 doses recebidas, o município já aplicou 110.643. Desse total, 83.619 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 27.024 com a segunda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos