No Rio de Janeiro, Genial/Quaest mostra Bolsonaro com 40% e Lula com 36%

Comemoração do 7 de Setembro na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro

(Reuters) - Pesquisa do instituto Quaest, encomendada pela Genial Investimentos, divulgada nesta quinta-feira, mostrou vantagem numérica do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Estado do Rio de Janeiro, numa situação de empate técnico.

Bolsonaro tem 40% das intenções de voto para o primeiro turno, enquanto Lula soma 36%. Como a margem de erro da pesquisa é de 2,5 pontos percentuais, a diferença configura o chamado empate técnico. Na pesquisa anterior, em agosto, os dois tinham 39% das intenções de voto.

Em terceiro lugar aparece Ciro Gomes (PDT), com 8% (ante 6% no levantamento anterior), seguido pela senadora Simone Tebet (MDB), com 5% (ante 2%). Soraya Thronicke (UB) registrou 1%.

Os indecisos somam 4%, mantendo-se no mesmo patamar do último levantamento, enquanto os votos brancos e nulos e aqueles que dizem que não irão votar passaram a 6%, ante 9% em agosto.

Na pesquisa nacional do instituto Quaest, com margem de erro de 2 pontos percentuais, divulgada na véspera, Lula lidera com 42% contra 34% de Bolsonaro.

No recorte específico do Estado do Rio de Janeiro, num eventual segundo turno entre Bolsonaro e Lula, o presidente aparece agora 1 ponto à frente: 45% a 44%. No mês passado, era o petista quem estava numericamente à frente: 44% a 42%.

Na disputa pelo governo do Estado, a pesquisa mostrou liderança do atual governador, Cláudio Castro (PL), com 31%, ante 25% da sondagem anterior, enquanto Marcelo Freixo (PSB) soma 21%, contra 19% antes. Rodrigo Neves (PDT) aparece com 7%, ante 6%, enquanto os demais candidatos somados mantiveram 12%. Brancos e nulos são 16% (ante 24%) e os indecisos seguem em 13%.

Castro é apoiado por Bolsonaro, que tem no Rio de Janeiro seu reduto político, enquanto Freixo tem o apoio de Lula na corrida estadual e Neves é o candidato de Ciro Gomes.

O Quaest ouviu 1.500 pessoas no Estado entre os dias 10 e 13 de setembro.

(Por Alexandre Caverni)