No Rio, PSOL, DEM e Republicanos têm maiores bancadas; só 10 vereadoras são mulheres

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Candidate for Rio de Janeiro gubernatorial election Tarcisio Motta de Carvalho of the Socialism and Freedom Party (PSOL) attends the first TV debate in Rio de Janeiro, Brazil, on August 19, 2014. The gubernatorial election of the state of Rio de Janeiro will be held on October 5, 2014.  AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA        (Photo credit should read YASUYOSHI CHIBA/AFP via Getty Images)
Tarcísio Motta foi vereador mais votado no Rio de Janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP via Getty Images)

Na cidade do Rio de Janeiro, PSOL, DEM e Republicanos terão as maiores bancadas na Câmara dos Vereadores. Cada uma das legendas elegeu sete representantes. Entre os 51 vereadores, apenas dez são mulheres. Apesar de baixo, o número melhorou, já que em 2016 foram eleitas sete.

PT, PSD e Avante tem três vereadores cada. PL, Progressistas, Cidadania e PSC, dois representantes cada. Outros partidos somam 13.

Entre 5 vereadores mais votados, o PSOL tem dois representantes: Tarcísio Motta em primeiro lugar, com 86.243 votos, e Chico Alencar, em 5º lugar, com 49.422 votos. Carlos Bolsonaro (Republicanos) apareceu em segundo lugar, seguido por Gabriel Monteiro (PSD) e Cesar Maia (DEM).

A mulher mais votada foi Rosa Fernandes, do PSC, com 26.409 votos. Tainá de Paula (PT) foi a nona, com 24.881 votos. Monica Benício (PSOL), viúva da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, foi eleita com 22.919 votos.

Leia também

Há ainda Teresa Bergher (Cidadania), Vera Lins (PP), Tânia Bastos (Republicanos), Verônica Costa (DEM), Laura Carneiro (DEM) e Thais Ferreira (PSOL).

Tanto PT quanto PSOL conseguiram um representante a mais para 2021 do que tinham até então. O Progressistas foi o partido que mais perdeu, com quatro representantes a menos.