No 'Túnel do amor', troca de casal causa ciúmes, DR e explicação segue para vida real: 'Como não se apegar?'

Por fora, os participantes do "Túnel do amor", do Multishow, até pagam de desapegados, mas por dentro, os corações estão cheio de buraquinhos. E quando um não consegue esconder mais os sentimentos, vira assunto da casa inteira. Foi o que ocorreu com Adriana, que vivia chamegos com Caio no início do programa, mas foi trocada por Carla, uma de suas melhores amigas.

"Acho que tem que ter uma conversa com ela (Adriana), para ela ver que não foi feito nada na maldade. O que acontece é que isso não está respingando em você, mas em mim", disse Carla a Caio, cobrando uma posição do rapaz em uma conversa privada, ao desconfiar que a amiga estava chateada.

O novo casal procurou Adriana no quarto para conversar. Os dois justificaram que se soubessem que a goiana tinha ainda sentimentos pelo rapaz, isso jamais estaria acontecendo.

"Tanto para mim, quanto para a Carlinha, se eu soubesse que você iria se incomodar, nem eu e ela teríamos feito aquilo", disse Caio.

"Essa liberdade toda, que estávamos falando desde o início aqui, jamais teria feito isso, se eu soubesse que tinha sentimento dentro de você", emendou Carla.

"Mas como não tem sentimento, gente? Estamos convivendo o tempo todo", lamentou Adriana.

O trio terminou com um abraço coletivo, mas foi preciso Adriana gravar stories no Instagram fora da casa para continuar contextualizando a possível treta. A goiana também quis esclarecer por que se sentiu tão envolvida, mesmo sempre dizendo ser a favor da curtição.

"Não é clichê quando a gente fala que a intensidade lá dentro é surreal. Ninguém nunca viveu nada semelhante aqui fora. A gente convive 24 horas por dia. No segundo dia, me permiti conhecer o Caio melhor. Dormíamos e acordavamos juntos. Como não estou acostumada aqui fora, falei: 'estou curtindo ficar com você'. Logo depois, ele começou a ficar com a Carla. E eu e ela éramos, nos primeiros dias, 'unha e cutícula'. Quando os dois ficaram, nenhum dos dois olhou na minha cara ou deu bom dia. Fiquei sentida", explicou.

E ela disse que entendeu que era preciso seguir seu rumo e ter novos encontros para poder desapegar. Adriana também reforçou que a conversa foi importante, mas deixou claro que não se sentiu a errada na história por ter tido sentimentos por Caio.

"E teve a conversa com a Carla e o Caio. Como não se apegar? A gente convivendo o tempo todo. O passar do tempo lá é falar da vida alheia. Uma coisa que era bobinha, se tornou grande. Foi bom resolver isso, porque estava chato para todo mundo. Quando sentamos nós três, a gente resolveu. Foi muito louco. E eu ja tinha sentido que tinha que caçar meu rumo. Só que o coraçãozinho não é forte o tempo todo, a gente chora e desabafa".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos