Nobel de Física: Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi são premiados por pesquisa sobre clima

·2 minuto de leitura
Trio de cientistas foi anunciado como vencedor de Prêmio Nobel de Física deste ano em coletiva de imprensa em Estocolmo, na Suécia
Trio de cientistas foi anunciado como vencedor de Prêmio Nobel de Física deste ano em coletiva de imprensa em Estocolmo, na Suécia

Três cientistas receberam o Prêmio Nobel de Física de 2021 por seu trabalho para compreender sistemas complexos, como o clima da Terra.

Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi foram anunciados como os vencedores deste ano em uma coletiva de imprensa em Estocolmo.

Os vencedores dividirão o prêmio em dinheiro de 10 milhões de coroas suecas (R$ 6,25 milhões).

A premiação foi criada a partir do desejo do químico e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896), que o incluiu em seu testamento, escrito um ano antes de sua morte em 1896.

O Comitê do Nobel disse que Manabe e Hasselmann "estabeleceram a base de nosso conhecimento sobre o clima da Terra e como a humanidade o influencia".

Segundo a organização do prêmio, as descobertas de Parisi tornaram "possível entender e descrever muitos materiais e fenômenos diferentes e aparentemente inteiramente aleatórios".

Esse entendimento se aplica não apenas à física, mas também a outras áreas muito diferentes, como matemática, biologia, neurociência e aprendizado de máquina (uma área da inteligência artificial).

Um total de 218 indivíduos já ganharam o prêmio de física desde que ele foi concedido pela primeira vez, em 1901.

Apenas quatro desses laureados são mulheres. Um físico, John Bardeen, ganhou o prêmio duas vezes - em 1956 e 1972.

Vencedores anteriores do Prêmio Nobel de Física

2020 - Roger Penrose, Reinhard Genzel e Andrea Ghez receberam o prêmio por seu trabalho sobre a natureza dos buracos negros.

2019 - James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz dividiram o prêmio por descobertas inovadoras sobre o Universo.

2018 - Donna Strickland, Arthur Ashkin e Gerard Mourou receberam o prêmio por suas descobertas no campo da física do laser.

2017 - Rainer Weiss, Kip Thorne e Barry Barish receberam o prêmio pela detecção de ondas gravitacionais.

2016 - David Thouless, Duncan Haldane e Michael Kosterlitz compartilharam o prêmio por seu trabalho em raras fases da matéria.

2015 - Takaaki Kajita e Arthur McDonald receberam o prêmio a descoberta de que os neutrinos alternam entre diferentes "sabores".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos