Noite dos Cristais: fotos inéditas mostram horror de ataque nazista a judeus em 1938

Oficiais nazistas carregando livros, supostamente para serem queimados
Oficiais nazistas carregando livros, supostamente para serem queimados

Oitenta e quatro anos atrás, uma onda de violência em massa contra judeus na Alemanha e na Áustria deu início à escalada da perseguição nazista.

Milhares de empresas, residências e sinagogas judaicas foram atacadas — e quase 100 judeus foram mortos durante os atos de violência.

Cerca de 30 mil homens judeus foram detidos e enviados para campos de concentração. Segundo o United States Holocaust Memorial Museum, foi a primeira vez em que oficiais nazistas realizaram prisões em massa de judeus especificamente por serem judeus.

Agora, foram divulgadas fotos inéditas do pogrom (onda de ataques violentos contra judeus) de novembro de 1938 — a chamada 'Noite dos Cristais', como ficou conhecido o episódio devido aos pedaços de vidro partidos espalhados pelas ruas.

AVISO: Este artigo contém imagens fortes, que podem ser perturbadoras para alguns leitores

Pessoas observam oficial nazista atacar loja de um judeu
Pessoas observam oficial nazista atacar loja de um judeu
Loja de judeus saqueada e destruída
Objetos espalhados pelo chão de uma loja de judeus saqueada

As fotos foram tiradas por dois fotógrafos nazistas nas cidades alemãs de Nuremberg e Fürth.

Esses fotógrafos foram parte integrante do evento, de acordo com Jonathan Matthews, chefe do arquivo de fotos do Yad Vashem, o centro de memória israelense que divulgou as imagens.

Bancos tombados em uma sinagoga
Bancos tombados em uma sinagoga
Soldados nazistas despejando gasolina em bancos de uma sinagoga
Soldados nazistas despejando gasolina em bancos de uma sinagoga
Sinagoga em chamas durante o pogrom
Sinagoga em chamas durante o pogrom

O álbum de fotos foi entregue ao Yad Vashem pela família de um soldado judeu americano que serviu na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

De acordo com o centro de memória, ele nunca falou sobre suas experiências durante a guerra.

Quando sua neta Elisheva Avital abriu o álbum, sentiu como se "tivessem queimado um buraco em [suas] mãos".

A fachada de uma loja destruída com oficiais nazistas de prontidão ao lado
A fachada de uma loja destruída com oficiais nazistas de prontidão ao lado
Oficiais nazistas derrubando livros de uma estante
Oficiais nazistas derrubando livros de uma estante

Os pogroms de 9 e 10 de novembro de 1938 são frequentemente considerados o ponto de partida do Holocausto, no qual a Alemanha nazista matou seis milhões de judeus.

Matthews diz que as fotos mostram que a violência foi organizada pelo Estado — e não foi um "evento espontâneo de uma população enfurecida", como a narrativa oficial da época sugeria.

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-63584454

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!