Nordeste bate recorde de geração de energia eólica e solar

Ramona Ordoñez
Usina de energia eólica na praia de Canoa Quebrada, Ceará.

RIO - A energia gerada pelos ventos e pelo sol bateu recordes, com volumes para suprir cerca de 90% do consumo da região Nordeste.

Na última terça-feira foram gerados na região 9.755 megawatts (MW) de energia eólica às 22h, com fator de capacidade de 83,2%, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O montante foi suficiente para atender 78,8% da carga da região Nordeste na hora do recorde.

O último recorde de energia eólica aconteceu em 23 de setembro passado.

A geração de energia solar também bateu recorde na terça-feira, segundo o ONS: às 10h33m foram gerados 1.210 MW de energia solar fotovoltaica, com um fator de capacidade de 95,3%.

De acordo com o ONS, essa geração representava 9,9% da carga consumida do Nordeste. O recorde anterior de geração instantânea tinha sido registrado no domingo, 10 de novembro.

A geração média diária também foi a mais alta já verificada, de de 442 MW médios, com um fator de capacidade de 34,8% — o que equivale a 3,8% da demanda da região.