Nos EUA, empresas estão desesperadas por trabalhadores

·2 min de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
  • Grandes empresas como Amazon e Walmart estão desesperadas com a demanda para o Natal;

  • Um dos possíveis motivos para a falta de empregados é a alta competição das companhias;

  • Outra potencial razão inclui o medo da pandemia por parte de quem vive com idosos e crianças.

Em meio a tanto desemprego no Brasil, nos Estados Unidos, várias empresas parecem estar desesperadas por funcionários, mas estão encontrando dificuldades. No país, até o final de agosto, mais de 10 milhões de empregos de estavam vagos.

A taxa de atividade, que representa a quantidade de pessoas que estão trabalhando, ou procuram vagas de emprego, caiu de 63,3%, antes da pandemia, para 61,6% em setembro.

Leia também:

Os motivos para o fenômeno podem ser vários, como, por exemplo, o medo de contrair a covid-19. É o caso daqueles que vivem com idosos e filhos em casa. 

Há também os que se aposentaram logo que a pandemia começou, procurando equilibrar a vida pessoal e profissional ou estão descontentes com o baixo salário.

Também parece que o fim dos benefícios de desemprego mais abundantes durante a hecatombe não resultou em corrida por trabalho. 

Com a campanha de vacinação, vários ambientes, como restaurantes, casas de show e locais turísticos voltaram a abrir. Dessa forma, as empresas e marcas estão se preparando para o fim de ano.

Segundo Aaron Sojouner, economista da Universidade de Minnesota, com tanto empregadores buscando recrutar novos funcionários, está acontecendo um desequilíbrio.

De acordo com Maryclaire Hammond, diretora de recursos humanos da GXO, empresa de logística, sua companhia está tentando recrutar 9 mil pessoas para o Natal. Segundo Hammond, o que está acontecendo é uma forte competição.

Grandes empresas, que precisam garantir as entregas dos pacotes até o período festivo, estão tentando arduamente contratar pessoas para empregos temporários.

Por exemplo, a Amazon está oferecendo 150 mil vagas, enquanto o Walmart também oferta o mesmo número. Já a Target tem 100 mil vagas disponíveis. A UPS está contratando 100 mil e a Fedex, 90 mil funcionários.

As informações são da Exame.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos