Nos pênaltis, Itália vence Inglaterra e conquista Eurocopa

·3 minuto de leitura
Jogadores da Itália celebram a conquista da Eurocopa após vitória sobre a Inglatera, nos pênaltis

A Itália conquistou a Eurocopa neste domingo, em Londres, ao vencer a Inglaterra na cobrança de pênaltis (3 a 2), após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação.

Diante de 67.173 torcedores presentes em Wembley, os ingleses abriram o placar logo aos 2 minutos de jogo, através do lateral Luke Shaw, que marcou o gol mais rápido da história do torneio continental. Já os italianos empataram na segunda etapa, com o zagueiro Leonardo Bonucci (67).

Após a manutenção do empate na prorrogação, o título foi decidido na cobrança de penalidades. Pelos donos da casa converteram Harry Kane e Maguire, enquanto desperdiçaram Rashford (bateu na trave), Sancho (defendeu Donnarumma) e Saka (defendeu Donnarumma). Do lado da seleção italiana, marcaram Berardi, Bonucci e Bernardeschi, e perderam Belotti (defendeu Pickford) e o brasileiro naturalizado italiano Jorginho (defendeu Pickford).

- Itália volta a vencer a Euro -

Sob uma chuva persistente, a final começou em alta temperatura quando em um contra-ataque rápido, iniciado pelo atacante Harry Kane, a bola chegou aos pés de Trippier que cruzou na medida na área para Shaw finalizar de primeira, marcando com apenas 117 segundos de bola rolando.

O gol pareceu desconcertar os italianos, que pouco ameaçaram os adversários e tiveram apenas 30% de posse de bola no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, os visitantes se reencontraram em campo e pressionaram os ingleses em seu campo de defesa. E o empate parecia uma questão de tempo.

E ele chegou com a participação de mais um brasileiro naturalizado italiano. O lateral Emerson cobrou escanteio da direita, e a bola sobrou na pequena área adversária até Verratti cabecear de peixinho, batendo na trave direita de Pickford. Na sobra, Bonucci apareceu para empurrar e deixar tudo igual.

O empate permaneceu até o fim do tempo normal e da prorrogação.

Na cobrança de pênaltis, brilhou estrela do goleiro Donnarumma que defendeu duas vezes, garantindo o título para os italianos e levando às lágrimas os torcedores da Inglaterra presentes no estádio londrino.

E assim, a Itália voltou a conquistar a Euro depois de ser campeã em 1968. Já os ingleses seguem sem vencer um torneio desde a Copa do Mundo de 1966.

-- Ficha técnica da partida final da Eurocopa 2020:

Local: estádio Wembley, Londres (Inglaterra)

Público: 67.173 espectadores

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)

Gols:

Itália: Bonucci (67)

Inglaterra: Shaw (2)

Cobranças de pênalti:

Itália: Marcaram: Berardi, Bonucci e Bernardeschi. Perderam: Belotti e Jorginho.

Inglaterra: Marcaram: Kane e Maguire. Perderam: Rashford, Sancho e Saka.

Cartões amarelos:

Itália: Barella (47), Bonucci (55), Insigne (84), Chiellini (90+6), Jorginho (113)

Inglaterra: Maguire (106)

Equipes:

Itália: Gianluigi Donnarumma - Giovanni Di Lorenzo, Leonardo Bonucci, Giorgio Chiellini (cap), Emerson Palmieri (Alessandro Florenzi 118) - Nicolo Barella (Bryan Christante 54), Jorginho, Marco Verratti (Manuel Locatelli 96) - Federico Chiesa (Federico Bernardeschi 86), Ciro Immobile (Domenico Berardi 55), Lorenzo Insigne (Andrea Belotti 91). T: Roberto Mancini.

Inglaterra: Jordan Pickford - Kyle Walker (Jadon Sancho 120), John Stones, Harry Maguire - Kieran Trippier (Bukayo Saka 70), Kalvin Phillips, Luke Shaw - Declan Rice (Jordan Henderson 74, Rashford 120), Raheem Sterling, Harry Kane (cap), Mason Mount (Jack Grealish 99). T: Gareth Southgate.

jta-hap/bvo/bpa/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos