'Nos roubaram o Miss Universo!", critica Maduro após vitória dos EUA

O presidente Nicolás Maduro garantiu nesta segunda-feira (16) que a Venezuela foi "roubada" da coroa do Miss Universo, somando-se à avalanche de críticas que surgiram após a vitória da americana R'Bonney Gabriel.

"Nos roubaram o Miss Universo, Amanda Dudamel ganhou no voto popular. Não podem nos roubar assim, ela é de Petare, ela faz trabalho comunitário lá em Petare", disse Maduro durante um comício em Caracas.

Designer de moda e ativista social, Amanda Dudamel, filha do ex-técnico da seleção venezuelana de futebol, Rafael Dudamel, era considerada uma das favoritas a vencer a coroa. No entanto, o título de Miss Universo ficou com R'Bonney Gabriel no sábado.

Dudamel, de 23 anos, ficou em segundo lugar na cerimônia de Miss Universo realizada em Nova Orleans, nos Estados Unidos, o que gerou reações polêmicas que questionam o veredicto.

Sem aludir às críticas ao Miss Universo, Dudamel, que foi coroada Miss Venezuela em 2021 em uma modesta cerimônia marcada pela pandemia de covid-19, agradeceu o apoio dos fãs do concurso, que já coroou sete venezuelanas na história.

"Estou FELIZ, satisfeita e mais grata do que nunca!!! OBRIGADA VENEZUELA, por me acompanhar nesse sonho GIGANTE! E OBRIGADA a todas as pessoas de diferentes países do mundo que se juntaram a esta caminhada de esperança", escreveu Dudamel no Instagram.

A representante do Texas, R'Bonney Gabriel, tem 28 anos e é designer de moda sustentável.

A Venezuela não ganha o Miss Universo desde 2013, quando María Gabriela Isler, uma das atuais diretoras do Miss Venezuela, foi coroada.

mbj/jt/gm/am