'Nosso governo tem mais diferenças do que semelhanças', diz Collor sobre Bolsonaro

João de Mari
·2 minuto de leitura
“No atual governo não conseguimos ver uma preocupação em abrir as instituições", avaliou o ex-presidente (Foto: Agência Brasil)
“No atual governo não conseguimos ver uma preocupação em abrir as instituições", avaliou o ex-presidente (Foto: Agência Brasil)

Em entrevista exclusiva com transmissão ao vivo pelo Facebook do Yahoo Notícias nesta quarta-feira (1), o ex-presidente e atual senador por Alagoas, Fernando Collor, afirmou que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) tem mais diferenças do que semelhanças com o seu mandato.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“O combate aos marajás, que se ampliou ao combate à corrupção, teve o mesmo discurso nas eleições 2018”, disse Collor. Para ele, no entanto, seu governo fez e adotou legislações duras diferente do atual presidente Bolsonaro.

“No atual governo não conseguimos ver uma preocupação em abrir as instituições, dizer como está acontecendo de fato. Precisamos de maior liberdade”, avaliou o ex-presidente.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O atual senador acredita que por ter tido um governo “rígido”, como ele mesmo diz, seu processo de impeachment teve apelação apoiada em um lei que ele próprio sancionou.

Para ele, outra diferença com o governo Bolsonaro é que país vive momentos diferentes. Collor considera que, em sua gestão, a crise econômica era maior do que a atual.

“Há momentos diferentes entre as eleições de 1989 e de 2018. Peguei uma inflação de 80%, enquanto o atual presidente assumiu com uma economia razoavelmente arranjada, embora sofrendo de falta de crescimento, mas com inflação de 4% ao mês”, afirmou.

Leia também

Além disso, Collor enxerga a prisão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e amigo da família Bolsonaro, Fabrício Queiroz, enfraqueceu o governo.

“Essa prisão dessa pessoa ligada ao presidente no núcleo mais íntimo desestabilizou Bolsonaro, porque o que ele mais de precioso é a família e seus filhos”.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.