Nota Fiscal Paulista tem mais de R$ 8 milhões parados, veja como resgatar

Acesso à Nota Fiscal Paulista pode ser feita através do site ou por aplicativo
Acesso à Nota Fiscal Paulista pode ser feita através do site ou por aplicativo
  • Consumidores que pediram CPF na nota em abril de 2021 tem quantias a receber;

  • Valores tem validade até o fim do mês, depois serão incorporados ao Tesouro do estado;

  • Acesso à Nota Fiscal Paulista pode ser feita através do site ou por aplicativo.

Há cerca de R$ 8 milhões parados prestes a expirar na Nota Fiscal Paulista, programa que incentiva a emissão de notas fiscais e o pagamento apropriado dos impostos no estado de São Paulo.

Estão aptos para receber parte desse dinheiro todas as pessoas que realizaram compras em todo estado de SP e solicitaram a nota fiscal no estabelecimento em abril de 2021. Segundo a Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, um total de 9,3 milhões de consumidores podem ser beneficiados com valores.

Esses valores foram liberados em agosto de 2021, e pela validade de 12 meses, ficam disponíveis até agosto deste ano. Após esse período as quantias retornam para o Tesouro estadual, podendo ser utilizado pelo governo.

“Os créditos da Nota Fiscal Paulista permanecem à disposição dos participantes por um ano a contar da liberação. A partir da data de liberação, eles podem ser utilizados a qualquer momento dentro desse período”, afirmou a Secretaria da Fazenda e Planejamento.

Como resgatar

Todos aqueles que incluíram o CPF na nota fiscal em alguma compra em abril de 2021 podem acessar o site da Nota Fiscal Paulista para conferir os valores disponíveis. Há também a possibilidade de realizar o acesso através do aplicativo, disponível para Android e iOS.

O dinheiro deverá ser transferido para uma conta corrente ou poupança da mesma titularidade, ou ainda usar a quantia como abatimento no IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores).

O valor tem até 20 dias para ser enviado para a conta bancária após o pedido. Também não é possível realizar a transferência via pix, nem para bancos digitais, uma vez que ela só pode ser realizada para bancos que integram a CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos).