Nothing lança 1º smartphone e busca seguir estratégia da OnePlus

ESTOCOLMO (Reuters) - O empreendedor suíço Carl Pei lançou nesta terça-feira o primeiro smartphone de sua nova companhia Nothing, esperando competir no disputado mercado com oferta de aparelhos com novos recursos.

Pei co-fundou a fabricante de smartphones OnePlus em 2013 e a empresa competiu com Apple e Samsung ao oferecer recursos sofisticados pela metade do preço. A marca se tornou a mais vendida em vários países, incluindo a Índia.

Depois de sair da OnePlus em 2020, Pei criou a Nothing no ano passado com apoio de nomes como Tony Fadell, projetista do iPod; Kevin Lin, co-fundador do Twitch; e Steve Huffman, presidente-executivo do Reddit.

A Nothing, sediada em Londres, afirma que seus smartphones conseguem oferecer 18 horas de uso por carga e dois dias em modo stanby. A bateria dos aparelhos também pode alcançar 50% de carga em apenas 30 minutos de carregamento. A empresa afirma que o aparelho também tem uma série de recursos de controle remoto, incluindo um que pode destravar as portas de um Tesla.

O aparelho será vendido por 399 libras (470 dólares) e a companhia afirma que o valor é mais barato que celulares premium com recursos similares. A empresa tem mais de 200 mil encomendas por seu primeiro smartphone.

A OnePlus usou uma estratégia de convites para vender seus aparelhos, o que criou alta demanda e manteve os clientes em constante estado de antecipação.

Seguindo estratégia similar, a Nothing promoveu um leilão em junho das primeiras 100 unidades do novo celular, alcançando ofertas de mais de 3 mil dólares por apareho, afirmou a companhia.

(Por Supantha Mukherjee)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos