G1 não noticiou que Lula prometeu revogar o PIX em troca de apoio de banqueiros

Pré-candidato e ex-presidente Lula em evento na UNB (Universidade de Brasília), em 28 de julho de 2022 (Foto: Associated Press / Eraldo Peres)
Pré-candidato e ex-presidente Lula em evento na UNB (Universidade de Brasília), em 28 de julho de 2022 (Foto: Associated Press / Eraldo Peres)
  • Uma notícia sobre a suposta promessa do ex-presidente Lula sobre a revogação do PIX circula nas redes sociais

  • Segundo a manchete, ele teria recebido o apoio de banqueiros em troca da medida, caso seja eleito

  • Contudo, a manchete se trata de uma montagem e não há registro de que ele tenha prometido isso

Uma captura de tela de uma suposta notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria prometido acabar com o PIX em troca do apoio de banqueiros à sua candidatura é compartilhada nas redes sociais por centenas de usuários. No entanto, o registro se trata de uma montagem e não foram identificadas informações sobre a suposta promessa de Lula.

Captura de tela de uma montagem de suposta notícia de que Lula teria recebido o apoio de banqueiros em troca da revogação do PIX (Foto: Facebook / Reprodução)
Captura de tela de uma montagem de suposta notícia de que Lula teria recebido o apoio de banqueiros em troca da revogação do PIX (Foto: Facebook / Reprodução)

Uma busca avançada no Google pela notícia no site do G1 não retornou resultados. Somente foi encontrada uma checagem do Fato ou Fake que nega que qualquer texto com esse título tenha sido publicado no site do G1. Outra pesquisa por notícias nesse sentido não encontrou publicações sobre esse assunto em veículos de imprensa.

No Twitter, também não foram identificadas publicações do ex-presidente prometendo acabar com o PIX. O único resultado obtido foi de uma publicação na conta oficial de Lula desmentindo o boato.

No site do ex-presidente, a informação de que ele teria prometido acabar com o PIX foi negada: "Se for presidente novamente, Lula não vai acabar com o PIX. Isso é fake news e já foi desmentido diversas vezes".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos