Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quarta

Redação Notícias
·4 minuto de leitura
An activist puts a Brazilian flag painted with crosses on a cross symbolising those who died of the coronavirus disease (COVID-19) in front of the National Congress during a protest against the President of Brazil, Jair Bolsonaro, in Brasilia, July 14, 2020. REUTERS/Adriano Machado
Protesto contra as medidas de combate ao coronavírus na Câmara dos Deputados (REUTERS/Adriano Machado)

Covid-19: Brasil tem 74.133 mortes e 1.926.824 casos confirmados, procurador pede que TCU proíba Bolsonaro de propagandear o uso da cloroquina, hospital utiliza contêiner para guardar corpos de vítimas da Covid-19, imunidade contra Covid-19 não é garantida após 1º contágio e pode ser perdida em três meses, estados e DF apresentam aumento na média de mortos, Réveillon e Carnaval em SP estão em risco por causa do coronavírus e Itamaraty distribui material didático com críticas ideológicas e ataques à movimentos sociais.

Confira o que você precisa saber para começar a quarta, dia 15 de julho de 2020:

Covid-19: Brasil tem 74.133 mortes e 1.926.824 casos confirmados

O número de casos do novo coronavírus no Brasil subiu para 1.926.824 e o total de mortes chega a 74.133. Os dados, divulgados na noite desta terça-feira (14), constam no painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Procurador pede que TCU proíba Bolsonaro de propagandear o uso da cloroquina

O subprocurador Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), pede que o TCU obrigue o presidente Jair Bolsonaro a parar de "propagandear o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina no trato da Covid-19". LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Hospital utiliza contêiner para guardar corpos de vítimas da Covid-19

O Hospital Regional de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, referência no tratamento do novo coronavírus na região, passou a guardar cadáveres de vítimas da Covid-19 em um contêiner refrigerado, no último fim de semana. Segundo a instituição, a medida foi tomada devido ao aumento de mortes sábado (11) e domingo (12). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Imunidade contra Covid-19 não é garantida após 1º contágio e pode ser perdida em três meses

Uma pesquisa britânica, publicada na segunda-feira (13), indica que a imunidade contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, não é tida como garantida após o primeiro contágio. Segundo cientistas do King’s College London, a defesa capaz de proteger o organismo contra novas infecções pode ser perdida em 94 dias. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Estados e DF apresentam aumento na média de mortos

Apesar de o Brasil ter registrado 770 mortes por Covid-19 nesta segunda-feira, a média móvel de mortes na última semana aponta que o país perdeu 1.052 vidas por dia. A média móvel é a maior desde o início da pandemia do novo coronavírus. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Governo Bolsonaro ainda não desistiu de nomear Alexandre Ramagem para a PF

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, disse que ainda existe a possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicar o delegado Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal. Em conversa publicada anteontem no canal do deputado federal Eduardo Bolsonaro no YouTube, Oliveira diz que não haveria óbice para a nomeação quando for encerrado o inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura as declarações do ex-ministro Sergio Moro de que o presidente queria interferir na PF. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Prévia do PIB registra alta de 1,3% em maio e indica que fundo de poço ficou para trás

Apontando para o início da retomada, a economia brasileira registrou alta de 1,3% em maio na comparação com o mês anterior, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) divulgado nesta terça-feira (14). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Réveillon e Carnaval em SP estão em risco por causa do coronavírus, diz governo

O governo de São Paulo, gestão João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira (14) que os eventos que geram aglomeração, como o Réveillon e Carnaval, dependerão da existência de uma vacina contra o novo coronavírus e do comportamento da pandemia em 2021. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Itamaraty distribui material didático com críticas ideológicas e ataques à movimentos sociais

O Itamaraty, órgão do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), está distribuindo material didático com críticas ideológicas e ataques à movimentos sociais para as embaixadas brasileiras pelo mundo, por meio de Centros Culturais responsáveis por ensinar a língua portuguesa e a cultura do Brasil a estrangeiros. Segundo site do Ministério das Relações Exteriores, as instituições estão localizadas em 24 países. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.