Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quarta

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
A doctor shows the box of a COVID-19 vaccine produced by Chinese company Sinovac Biotech at the Sao Lucas Hospital, in Porto Alegre, southern Brazil on August 08, 2020. - The vaccine trial is being carried out in Brazil in partnership with Brazilian Research Institute Butanta. (Photo by SILVIO AVILA / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)
A doctor shows the box of a COVID-19 vaccine produced by Chinese company Sinovac Biotech at the Sao Lucas Hospital, in Porto Alegre, southern Brazil on August 08, 2020. - The vaccine trial is being carried out in Brazil in partnership with Brazilian Research Institute Butanta. (Photo by SILVIO AVILA / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)

Covid-19: Brasil tem 661 mortes em 24h, Ministério da Saúde anuncia vacina chinesa no calendário nacional, 35% dos voluntários teve reação adversa após tomar CoronaVac, Covid: mortes no Brasil ainda superam 2ª onda europeia, Pazuello tem suspeita de Covid-19 e fará exames após ter febre e mal-estar, Moraes será novo relator de inquérito no STF sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF e Justiça determina bloqueio de R$ 29 milhões em bens do governador João Doria.

Confira o que você precisa saber para começar a quarta-feira, dia 21 de outubro de 2020:

Covid-19: Brasil tem 661 mortes em 24h

O Brasil registrou 661 novas mortes pelo novo coronavírus e 23.227 novos casos da doença nesta terça (20). Com isso, o total de mortos chegou a 154.837 e o de casos a 5.273.954, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Ministério da Saúde anuncia vacina chinesa no calendário nacional

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que vai incorporar a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, no Programa Nacional de Imunizações, inserindo assim a vacina no cronograma nacional. O governo federal anunciou também que espera começar a vacinação em janeiro. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Entre 9 mil voluntários que tomaram a CoronaVac, 35% tiveram reações adversas

Entre os 9 mil voluntários brasileiros que receberam a Coronavac, vacina contra o coronavírus produzida pelo laboratório chinês SinoVac, 35% tiveram algum tipo de efeito adverso. A informação foi divulgada pelo governo de São Paulo na última segunda-feira, 19. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Covid: mortes no Brasil ainda superam 2ª onda europeia

O número de mortes por covid-19 no Brasil tem caído há semanas, mas em outubro ainda morrem mais pessoas neste país sul-americano de 212 milhões de habitantes do que na União Europeia, que tem 447 milhões de habitantes, conta com uma população mais velha e enfrenta uma segunda onda da pandemia. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Pazuello tem suspeita de Covid-19 e fará exames após ter febre e mal-estar

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, está com suspeita de Covid-19 e será submetido a exames para a doença provocada pelo novo coronavírus, informou a assessoria do ministro nesta terça-feira. Na véspera, Pazuello precisou ir a um hospital após ter sentindo um mal-estar, que inclusive o forçou a se ausentar de um evento no Palácio do Planalto com a presença do presidente Jair Bolsonaro. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Moraes será novo relator de inquérito no STF sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi sorteado como o novo relator do inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir no comando da Polícia Federal, de acordo com o sistema de acompanhamento do caso no site da corte. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Justiça determina bloqueio de R$ 29 milhões em bens do governador João Doria

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que sejam bloqueados R$ 29 milhões em bens do governador João Doria (PSDB). A decisão foi tomada pelo juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara de Fazenda Pública na última segunda-feira, 19. LEIA A MATÉRIA COMPLETA