Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a segunda

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Ernesto Araújo e Katia Abreu estão no centro de polêmica (Getty Images)
Ernesto Araújo e Katia Abreu estão no centro de polêmica (Getty Images)

Covid-19: Brasil registra 1.656 mortes em 24 horas, Ernesto diz que pressão do Congresso é por 5G e não vacinas, Katia Abreu cobra saída de 'marginal' Ernesto, militares articulam 3ª via para 2022 por insatisfação com Bolsonaro, Covid-19: 38% dos mortos em 2021 não chegaram à UTI, Governo 'desvia' cloroquina e desfalca combate à malária e Ministro da Saúde compara uso de máscaras à vacinação.

Confira o que você precisa saber para começar a segunda-feira, dia 29 de março de 2021:

Covid-19: Brasil registra 1.656 mortes em 24 horas

O Brasil registrou 1.656 novas mortes pelo novo coronavírus e 44.326 casos da doença neste domingo (28). Com isso, o total de mortos chegou a 312.206 e o de casos a 12.534.688, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Ernesto diz que pressão do Congresso é por 5G e não vacinas

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, sugeriu em publicação nas suas redes sociais que a pressão do Congresso para sua demissão teria ligação com o debate sobre o banimento ou não da empresa chinesa Huawei da implantação da tecnologia 5G no Brasil e não a alegada ineficiência da diplomacia para a obtenção de vacinas. Ele afirmou ter sido procurado pela presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Kátia Abreu (PP-TO), no início do mês e que "pouco ou nada se falou de vacina. Em artigo neste domingo no GLOBO, a senadora pede apoio internacional ao Brasil para conseguir lidar com a pandemia e afirma que o Itamaraty tem hoje uma "arrogância subalterna". LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Katia Abreu cobra saída de 'marginal' Ernesto

Senadores reagiram neste domingo (28) com indignação e cobraram a demissão do ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores), que fez postagens insinuando uma ligação do Senado com o lobby chinês pelo 5G, o que estaria por trás da pressão para derrubá-lo. Araújo tem reunião marcada com toda a sua equipe de secretários nesta segunda. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Infelizes com Bolsonaro, militares articulam 3ª via

Um grupo de militares que ajudou a eleger o presidente Jair Bolsonaro em 2018 tem defendido a construção de uma alternativa política para a disputa do Palácio do Planalto no próximo ano. O movimento, encabeçado por oficiais da reserva, ganhou força depois da volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à cena com a anulação de suas condenações pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Covid-19: 38% dos mortos em 2021 não chegaram à UTI

Mais de 28 mil brasileiros morreram de coronavírus nos hospitais do país sem passar por uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos primeiros três meses de 2021, o que corresponde a 38% do total (73.105). Destes, quase 40% dos óbitos foram entre 14 a 20 de março, quando o sistema de saúde se aproximou do colapso com quase 100% dos leitos ocupados. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Governo 'desvia' cloroquina e desfalca combate à malária

O Ministério da Saúde desviou 2 milhões de comprimidos de cloroquina, fabricados pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) para usar contra o coronavírus. O remédio é amplamente divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mesmo sem eficácia para tratar a Covid-19. As informações são do jornal Folha de S.Paulo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Ministro da Saúde compara uso de máscaras à vacinação

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comparou o uso de máscaras à vacinação da população. Quarto titular da pasta durante a pandemia de coronavírus, o integrante do governo Bolsonaro pediu que as pessoas evitem aglomerações na Páscoa. LEIA A MATÉRIA COMPLETA