Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quinta

Redação Notícias
·4 minuto de leitura
An aerial view of the Parque Taruma cemetery amid the coronavirus disease (COVID-19) outbreak, in Manaus, Amazonas state, Brazil February 25, 2021. Picture taken with a drone. REUTERS/Bruno Kelly     TPX IMAGES OF THE DAY
Vista geral do Cemitério Parque Tarumã, em Manaus, no dia 25 de fevereiro de 2021 (REUTERS/Bruno Kelly)

Covid-19: Brasil tem novo recorde de mortes em 24 horas, Governo diz que comprará 100 mi de doses da vacina da Pfizer, Bolsonaro mantém postura negacionista e diz que "criaram pânico" em torno da Covid-19, Fiocruz: País inteiro apresenta situação crítica pela primeira vez na pandemia, Covid-19: fila para UTI chega a 450 pacientes em SP, Doria confirma 15 dias de comércio não essencial fechado em SP, Bolsonaro: 'No que depender de mim, nunca teríamos lockdown', Senado aprova PEC de novo auxílio emergencial e CGU 'enquadra' professores críticos de Bolsonaro.

Confira o que você precisa saber para começar a quinta-feira, dia 4 de março de 2021:

Covid-19: Brasil tem novo recorde de mortes em 24h, com 1.910

O Brasil registrou 1.910 novas mortes pelo novo coronavírus e 71.704 casos da doença nesta quarta (3). Com isso, o total de mortos chegou a 259.271 e o de casos a 10.718.630, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Governo diz que comprará 100 mi de doses da vacina da Pfizer

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse para integrantes da Confederação Nacional de Municípios que quer fechar contrato com a Pfizer ainda hoje para aquisição de vacinas contra a covid-19: “Já mandei chamar o cara da Pfizer e já hoje mesmo começaremos a tratar dos trabalhos”. São 100 milhões de doses: uma pequena parcela deve chegar ao pais entre maio e junho e a maior parte chega no segundo semestre, conforme cronograma inicial. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro mantém postura negacionista e diz que "criaram pânico" em torno da Covid-19

No pior momento da pandemia do novo coronavírus no país, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar a imprensa e afirmou nesta quarta-feira (3) que "criaram pânico" em torno da Covid-19. Na contramão da ciência, ele condenou novamente medidas mais restritivas adotadas por governadores para conter a disseminação do vírus. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Fiocruz: País inteiro apresenta situação crítica pela primeira vez na pandemia

A Fiocruz publicou na terça-feira um boletim especial alertando que, pela primeira vez do início da pandemia, o país inteiro apresenta piora de indicadores da Covid-19. A fundação analisou crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de síndrome aguda respiratória grave (SARG), alta positividade de testes e sobrecarga dos hospitais. Até então, a doença se apresentava em estágios diferentes anos estados. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Covid-19: fila para UTI chega a 450 pacientes em SP

A fila por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais públicos municipais e estaduais na cidade para tratamento da Covid-19 na cidade de São Paulo chegou a 230 pessoas nesta quarta-feira (3). Ainda há outras 220, com sintomas menos graves, esperando internações em enfermarias. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Doria confirma 15 dias de comércio não essencial fechado em SP

O estado de São Paulo entrará na fase vermelha a partir do próximo sábado, 6, e ficará durante duas semanas no novo regime de restrição, dado o aumento de casos de coronavírus. As escolas poderão continuar abertas, sejam particulares ou das redes municipal e estadual. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro: 'No que depender de mim, nunca teríamos lockdown'

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar as restrições de atividades no dia que o Brasil renovou o recorde de mortes por Covid-19 em um único dia, e disse que se dependesse dele nunca haveria lockdown no país. "Eu falo que vírus e desemprego são dois problemas, tem que tratar junto. Eu não tomei conhecimento do lockdown desse cidadão não... o povo que diga quem está certo", disse Bolsonaro ao ser questionado por apoiadores sobre o fechamento de atividades determinado pelo governador de São Paulo e seu desafeto, João Doria (PSDB). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Senado aprova PEC de novo auxílio emergencial

No dia em que o país registrou novo recorde de mortes pela covid-19, o Senado aprovou nesta quarta-feira (3) em primeiro turno o texto-base da PEC Emergencial, proposta de alteração da Constituição que cria mecanismos para conter gastos públicos e é um primeiro passo para a volta do auxílio emergencial — benefício para proteger os mais vulneráveis durante a pandemia. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

CGU 'enquadra' professores críticos de Bolsonaro

A partir da representação de um deputado federal, a Controladoria-Geral da União (CGU) instaurou um processo contra dois professores universitários que criticaram o presidente Jair Bolsonaro. Chamados a dar esclarecimentos, os dois professores da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) assinaram um termo de ajustamento de conduta (TAC). LEIA A MATÉRIA COMPLETA