Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a segunda-feira

·3 minuto de leitura
Bolsonaro negocia com Patriotas. Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images
Bolsonaro negocia com Patriotas. Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images

Bolsonaro quer dar 'sua cara' ao Patriota, mas sigla resiste; Reverendo negociou vacinas em nome de governo Bolsonaro; Bolsonaro liga protestos contra o governo a vandalismo; Ministério libera uso de vacinas congeladas; Kassab vê impeachment de Bolsonaro 'inevitável'; Leite alfineta Doria sobre apoio a Bolsonaro; Morre Cícero Chaves, filho de Chico Anysio.

Confira o que você precisa saber para começar a segunda-feira, 5 de julho de 2021:

Bolsonaro quer dar 'sua cara' ao Patriota, mas sigla resiste

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que está em negociação para se filiar ao Patriota, querem incluir no DNA da sigla valores cristãos e uma posição contrária à legalização do aborto, em um movimento para tentar reconquistar votos de evangélicos para a eleição de 2022. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Governo deu aval para reverendo negociar compra bilionária de vacina

O diretor de Imunização do Ministério da Saúde, Lauricio Monteiro Cruz, deu aval para que o reverendo Amilton Gomes de Paula e a Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah), entidade presidida por ele, negociassem 400 milhões de doses da vacina AstraZeneca em nome do governo brasileiro com a empresa americana Davati. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro muda estratégia e liga protestos contra o governo a vandalismo

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou imagens de vandalismo e de um confronto entre manifestantes e policiais no protesto realizado neste sábado contra seu governo. Após inicialmente minimizar o tamanho dos protestos nas últimas semanas, Bolsonaro mudou a estratégia e passou a denunciar episódios de violência nas manifestações. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Ministério da Saúde libera uso de vacinas da Janssen congeladas

O Ministério da Saúde liberou o uso das doses da vacina da Janssen que chegaram congeladas ao Distrito Federal. Segundo a pasta, os imunizantes contra o coronavírus podem ser aplicados na população de forma segura. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Kassab vê impeachment de Bolsonaro como "inevitável" e descarta apoiar Doria

Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, afirmou que o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é "inevitável". A situação do chefe do Executivo piorou após as denúncias de irregularidades nos contratos da vacina Covaxin, na avaliação do ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro nos governos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Leite alfineta Doria sobre apoio a Bolsonaro e nega cálculo eleitoral em se declarar gay

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou neste domingo (4) que não fez qualquer cálculo político ao assumir ser homossexual em entrevista na semana passada e, numa tentativa de rebater as críticas por ter declarado voto em Jair Bolsonaro (sem partido) no segundo turno de 2018, disse que não apoiou o presidente naquele pleito. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Aos 39 anos, morre Cícero Chaves, filho de Chico Anysio e a ex-frenética Regina Chaves

O produtor musical e DJ Cícero Chaves, filho do humorista Chico Anysio e da ex-frenética Regina Chaves, morreu neste domingo (4), aos 39 anos. Segundo o colunista Ancelmo Góis, do jornal "O Globo", amigos relatam que ele teve um mal súbito nesta madrugada. O velório foi marcado para esta tarde, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, no Rio de Janeiro. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos