Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a segunda (06)

·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - SEPTEMBER 05: Health Staff of ANVISA of Brazil argue with Lionel Messi of Argentina and Neymar of Brazil on the field during a match between Brazil and Argentina as part of South American Qualifiers for Qatar 2022 at Arena Corinthians on September 5, 2021 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by MB Media/Getty Images)
Anvisa entra em campo e interrompe Brasil x Argentina. Foto: MB Media/Getty Images

Equipe da Anvisa entra em campo e interrompe Brasil x Argentina

Uma equipe da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) entrou em campo e paralisou a partida entre Brasil e Argentina, na tarde deste domingo (5). Agentes do órgão federal pisaram no gramado da Neo Química Arena, em São Paulo, e interromperam o jogo após quatro atletas argentinos terem descumprido quarentena obrigatória contra a Covid-19. Leia a matéria completa

São Paulo aplicou 4 milhões de doses interditadas da Coronavac

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo aplicou cerca de quatro milhões de doses dos lotes interditados da Coronavac. No último sábado (4), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu o uso de 21 milhões da vacina contra o coronavírus envasadas em local não autorizado. O Instituto Butantan descarta riscos e afirma ter atestado a qualidade das doses impedidas cautelarmente. Leia a matéria completa

Guerra civil no Afeganistão é provável, diz chefe do Estado-Maior dos EUA

O Afeganistão entrará, "provavelmente", em uma guerra civil - disse o chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, general Mark Milley, em entrevista à rede Fox News no sábado (4), advertindo que essas condições podem permitir o ressurgimento de grupos terroristas no país. Leia a matéria completa

Ministros do TSE avaliam hipótese de Bolsonaro ficar inelegível

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) discutem uma estratégia jurídica que pode deixar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) incapaz de concorrer à reeleição, em 2022. A inelegibilidade deverá ser usada apenas em caso extremo, de risco efetivo de ruptura institucional, como o chefe do Executivo vem prometendo em seus discursos a apoiadores. Leia a matéria completa

Média de mortes por Covid-19 no Brasil é 606, aponta consórcio de imprensa

O Brasil registrou 257 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, alcançando o total de 583.570 vidas perdidas na pandemia. A média móvel de mortes foi de 606, com uma redução de 21% em comparação com o cálculo de 14 dias atrás, o que demonstra tendência de queda Leia a matéria completa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos