Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a sexta (1º)

Pré-candidato ao governo de São Paulo Fernando Haddad (PT) (Foto: HEULER ANDREY/AFP via Getty Images)
Pré-candidato ao governo de São Paulo Fernando Haddad (PT) (Foto: HEULER ANDREY/AFP via Getty Images)

São Paulo

A nova pesquisa Datafolha para o governo de São Paulo divulgada na noite desta quinta-feira (30), pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra que o pré-candidato do PT, Fernando Haddad, lidera a disputa com 28% das intenções de voto. Márcio França (PSB) aparece em segundo na corrida, com 16%. O ex-ministro da Infraestrutura e aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), Tarcísio Freitas (Republicanos), tem 12%, e o atual governador Rodrigo Garcia (PSDB), 10% —os dois estão em empate técnico. Leia a matéria aqui.

Rejeição

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira aponta que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) é o mais rejeitado entre os pré-candidatos ao governo de São Paulo. De acordo com o levantamento, 35% dos eleitores não votariam no ex-prefeito, que mantém a dianteira na disputa ao Palácio dos Bandeirantes. Leia a matéria aqui.

Pedro Guimarães

Após ser alvo de denúncias sobre assédio sexual, o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, também é acusado de assédio moral contra funcionários da estatal. Os novos casos foram revelados pelo portal Metrópoles. Entre os relatos, feitos de forma anônima, funcionários contam que Pedro Guimarães ofendia os subordinados: quando era contrariado, dizia que todos tinham que “se f.” e mandava “todo mundo tomar no c.”. Leia a matéria aqui.

Datena

O apresentador José Luiz Datena desistiu de ser candidato ao Senado Federal pelo estado de São Paulo. O anúncio foi feito ao vivo na tarde desta quinta-feira (30), na abertura do programa apresentado por ele, o Brasil Urgente. Datena começou o programa agradecendo ao presidente Jair Bolsonaro (PL), que havia se comprometido a apoiar o apresentador – que estava filiado ao PSC. Leia a matéria aqui.

Nova presidente da Caixa

Nova presidente da Caixa, Daniella Marques já foi vítima de violência doméstica cometida por um ex-companheiro em 2019. As informações são do blog de Andréia Sadi no G1. Daniella assume o comando do banco no lugar de Pedro Guimarães, que deixou o cargo na noite da última quarta-feira (29) após ser alvo de diversas denúncias públicas por assédio sexual contra funcionárias. Leia a matéria aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos