Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a sexta (10)

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bruno Araújo e Dom Phillips estão desaparecidos na Amazônia. (Foto: Reprodução)
Bruno Araújo e Dom Phillips estão desaparecidos na Amazônia. (Foto: Reprodução)

Sumiço na Amazônia

A juíza Jacinta Silva dos Santos decretou nesta quinta-feira (9) a prisão temporária por cinco dias de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como "Pelado", suspeito de envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips. Leia a matéria aqui.

Terceira via

O PSDB confirmou nesta quinta-feira (9) que vai apoiar Simone Tebet (MDB) à presidência da República. Foi feita uma votação interna e, após o resultado, o anúncio foi feito nas redes sociais da legenda. “O partido segue firme e convicto na construção de uma alternativa a Lula e Bolsonaro por um país mais próspero e unido”, afirmou o partido em nota. A oficialização ficou por conta da Executiva Nacional do PSDB que, agora, se soma ao MDB e ao Cidadania no apoio a Simone Tebet. Leia a matéria aqui.

Cúpula das Américas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou na noite desta quinta-feira (9), durante encontro com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que quando deixar o governo “será de forma democrática”. Os mandatários se reuniram na Cúpula das Américas, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A primeira conversa foi transmitida pela imprensa, mas depois eles seguiram a portas fechadas. Leia a matéria aqui.

Planos de saúde

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) alterou na quarta-feira (8) o entendimento sobre o tipo de cobertura oferecido pelos planos de saúde no Brasil. Basicamente, a discussão girava em torno de decidir se a cobertura do rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) - que aponta uma série de exames, cirurgias, atendimentos e outros eventos básicos – deveria ser taxativa ou exemplificativa. Leia a matéria aqui.

Alta dos preços

Com a inflação fora da meta, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediram o apoio de empresários do setor de supermercados para controlar o aumento de preços do setor. Bolsonaro solicitou que eles tenham o "menor lucro possível" sobre os alimentos da cesta básica, enquanto Guedes pediu uma "trégua de preços". Leia a matéria aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos