Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quinta (12)

Notícias: Depois de chamar de
Notícias: Depois de chamar de "crime" a política de preços da Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trocou o comando do Ministério de Minas e Energia. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Bolsonaro troca ministro de Minas e Energia

Depois de chamar de "crime" a política de preços da Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro (PL) trocou o comando do Ministério de Minas e Energia. No lugar de Bento Costa Lima Leite, que pediu para ser exonerado, assume Adolfo Sachsida. Leia a matéria aqui.

Jornalista da Al Jazeera é morta durante ação de Israel

Uma jornalista da Al Jazeera foi morta por tiros do exército israelense na Cisjordânia ocupada nesta quarta-feira (11), de acordo com o canal de notícias do Catar. Militares israelenses disseram que ela pode ter sido baleada por palestinos durante conflitos com as tropas. Leia a matéria aqui.

Bolsonaro para de crescer e Lula amplia vantagem no primeiro turno

O ex-presidente Lula (PT) aparece como favorito no primeiro turno da eleição presidencial, com 42%, segundo nova pesquisa PoderData, divulgada nesta quarta-feira (11). O petista ampliou a vantagem sobre Jair Bolsonaro (PL), que tem 35%, em relação ao levantamento feito no fim de abril. Leia a matéria aqui.

Nubank implementa serviço de compra e venda de criptomoedas

O Nubank anunciou que está implementando uma ferramenta de compra e venda de criptomoedas dentro de seu aplicativo. O novo recurso será distribuído de forma gradual para os 54 milhões de clientes do banco digital, devendo estar disponível para toda a base de clientes no final de junho. Leia a matéria aqui.

RJ: polícia destrói memorial de mortos no Jacarezinho

Imagens que circulam nas redes sociais exibiram forças de segurança destruindo, nesta quarta-feira (11), uma estrutura que servia de homanagem aos 28 mortos na Chacina do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O memorial, inaugurado no último dia 6 de maio, homenageava os moradores assassinados em 2021, em chacina que resultou na ação policial mais letal da história do estado do Rio. Leia a matéria aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos