Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quarta (6)

Daniella Marques, presidente da Caixa (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Daniella Marques, presidente da Caixa (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Posse de Daniella Marques

Daniella Marques tomou posse nesta terça-feira (5) como presidente da Caixa Econômica Federal. Ela assume o cargo após a saída de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual contra funcionárias do banco. No evento, o presidente Jair Bolsonaro (PL) elogiou Daniella, mas afirmou que a instituição não inicia uma “nova era” com a chegada da economista. Leia a matéria aqui.

Mario Frias

O ex-secretário especial de Cultura Mario Frias está “em recuperação e sem instabilidade” no Hospital Santa Lúcia, da Asa Sul, em Brasília, informou o boletim médico divulgado na tarde desta terça-feira (5). A informação é do portal g1. O aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL) sofreu um infarto agudo no miocárdio na noite de segunda (4) e teve de ser submetido a um cateterismo cardíaco, com retirada de trombos. Leia a matéria aqui.

Pedro Guimarães

A Caixa Econômica Federal teria gastado cerca de R$ 50 mil em obras na mansão do ex-presidente do banco estatal Pedro Guimarães. A informação foi revelada pelo jornal Folha de S. Paulo. As reformas aconteceram em junho de 2020, na casa onde Guimarães vive em Brasília. Quatro funcionários de uma empresa, que tem contratos com a Caixa para realização de serviços de manutenção em prédios e agências, teria prestado serviços na mansão do agora ex-presidente da empresa. Leia a matéria aqui.

Suspeito de ataque é preso

Rodrigo Luiz Parreira, 38, agropecuarista apontado como um dos autores do ataque a drone realizado durante um evento do pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva, em Uberlândia, foi preso no último sábado (2). Apesar da suspeita, a prisão foi pedida pelo Ministério Público Federal (MPF) após identificar aquisição irregular de armas de fogo pelo agropecuarista. O suspeito está no Presídio Uberlândia 1, segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). Leia a matéria aqui.

Nelson Piquet

Um novo pronunciamento de Nelson Piquet a respeito dos comentários racistas e homofóbicos contra Lewis Hamilton reacendeu a polêmica criada a partir de uma entrevista do ex-piloto brasileiro ainda no fim do ano passado. Em entrevista ao Motor Sport Magazine, Nelson Piquet, que foi convidado no último sábado a participar do Le Mans Classic, evento de carros antigos no Circuit de la Sarthe, na França, voltou atrás do pedido de desculpas que havia feito ao sete vezes campeão mundial: "Isso é tudo besteira, eu não sou racista. Não há nada, nada que eu disse errado. O (termo) que eu usei é uma palavra muito suave, até usamos com alguns amigos brancos. Eu realmente não me importo, isso não atrapalha minha vida. Estou aqui com meus amigos, estamos nos divertindo, é isso". Leia a matéria aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos