Nova camisa da seleção da Ucrânia causa revolta na Rússia antes da Eurocopa

·1 minuto de leitura

Por Gabrielle Tétrault-Farber

MOSCOU (Reuters) - A Associação Ucraniana de Futebol causou revolta na Rússia ao apresentar a nova camisa da seleção com um mapa da Ucrânia que inclui a Crimeia, uma ação que autoridades russas classificaram como uma provocação.

A Rússia anexou a Crimeia da Ucrânia em 2014. Moscou considera a península parte da Rússia, mas esta é reconhecida internacionalmente como parte da Ucrânia.

O novo uniforme da Ucrânia foi apresentado no domingo, dias antes do início do Campeonato Europeu, na página de Facebook do chefe da Associação Ucraniana de Futebol, Andriy Pavelko.

A frente da camisa amarela mostra as fronteiras do país em branco. Um slogan na parte superior das costas diz "Glória à Ucrânia!". Dentro da camisa há um slogan que declara "Glória aos heróis!"

As duas frases são usadas na Ucrânia como uma saudação militar oficial.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que a escolha do uniforme da Ucrânia é prerrogativa dos organizadores do torneio.

Indagado se este poderia incitar problemas caso Ucrânia e Rússia se enfrentem na fase eliminatória do torneio, Peskov respondeu: "Esporte é esporte, e precisamos estar acima da incitação de ódio entre russos e ucranianos".

Dmitry Svishchev, um parlamentar russo, disse que o desenho é uma "provocação política", segundo a agência de notícias RIA, e que mostrar um mapa da Ucrânia "que inclui um território russo é ilegal".

(Reportagem adicional de Dmitry Antonov em Moscou)