Nova carteira de motorista começa a valer na quarta

O novo modelo da carteira de motorista passará a valer na quarta-feira em todo o Brasil, mas não é preciso correr ao Detran de seu estado para trocar o documento atual. A mudança será gradual. A nova carteira será emitida para quem precisar de segunda via, aos recém habilitados e para quem for renovar a habilitação. O documento permitirá também o uso do nome social e será possível colocar a filiação afetiva, em vez da biológica.

No fim do ano passado, foi publicada no Diário Oficial da União uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) detalhando as características da nova carteira nacional de habilitação (CNH) e estabelecendo o começo de sua vigência em 1º de junho de 2022. O documento poderá ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha ficará à critério do motorista.

"Constar, sempre que possível, o nome completo do condutor. Este campo será utilizado para preenchimento do nome social ou nome civil do portador", diz trecho da resolução.

A nova CNH manterá o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista. O QR Code servirá para constatar a validade do documento.

O documento também terá uma tabela com os vários tipos de veículos que o motorista pode dirigir. Uma coluna terá a categoria da CNH, por exemplo, "A", "B", "C", com uma ilustração do tipo de veículo que tal carteira permite dirigir.

O documento também fará uma distinção entre os motoristas recém-habilitados, que tem apenas uma "permissão". Nesse caso, haverá uma letra "P" impressa. Os demais motoristas terão a letra "D".

A CNH vai ainda mostrar se o seu detentor é um motorista profissional. Também haverá um campo com informações sobre restrições médicas.

A resolução publicada em dezembro estipula que a fotografia do documento dever ser colorida, com fundo branco e "a mais recente possível, que garanta o perfeito reconhecimento fisionômico do candidato ou condutor". Não será possível usar óculos, bonés, gorros, chapéus ou qualquer outro acessório que cubra parte do rosto ou da cabeça.

A resolução também traz várias especificações técnicas sobre a confecção da nova CNH, como a disposição dos elementos no documento e a tinta a ser usada na impressão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos