Nova CNH, IPVA e DPVAT: veja o que muda em 2022

·2 min de leitura
Mudanças no IPVA, DPVAT e CNH requer atenção do motorista para evitar transtornos mais tarde. (Fabio Vieira/Getty Images)
Mudanças no IPVA, DPVAT e CNH requer atenção do motorista para evitar transtornos mais tarde. (Fabio Vieira/Getty Images)
  • Correção do IPVA tem relação com a valorização dos carros novos e seminovos.

  • Isenção do DPVAT segue pelo segundo ano consecutivo.

  • Nova CNH será emitida a partir de junho deste ano.

O ano de 2022 já começa com mudanças. A nova versão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), o reajuste do IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores) e a isenção do seguro obrigatório, DPVAT, demanda atenção dos motoristas e habilitados.

O IPVA terá seu valor reajustado de acordo com o valor de venda dos veículos, que segue em alta por conta da alta procura por veículos seminovos e a baixa produção das montadoras nacionais.

De acordo com a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) os carros usados estão 31,8% mais caros e os novos 19,3%. A alíquota do IPVA é calculada sobre o valor de venda do veículo, por isso a valorização dos carros impacta no preço do imposto sobre automotores.

Confira os calendários de pagamento do IPVA de acordo com o seu estado.

Já o seguro obrigatório, DPVAT, segue suspenso em 2022, pois segundo a Susep (Superintendência de Seguros Privados) há recursos nos fundos de reserva para indenizar as vítimas de acidentes de trânsito neste ano de 2022.

De acordo com a Susep, com dados de julho de 2021, há R$ 4 bilhões geridos pela Caixa e R$ 2,2 bilhões geridos pela Seguradora Líder. Uma soma de R$ 6,2 bilhões para cobrir as indenizações de assistência médica, invalides permanente, total ou parcial e morte.

Este ano também começa a valer a nova CNH. Com o objetivo de integrar a carteira de habilitação à parâmetros internacionais e dificultar a falsificação, a nova CNH começa a ser emitida em junho de 2022.

As mudanças na nova carteira de habilitação vão da impressão em tinta fluorescente, que brilha no escuro, hologramas, desenhos dos veículos a qual o portador está habilitado a conduzir, a mudança na posição da assinatura no documento e entre outras modificações.

Motoristas que renovarem a carteira ou tirarem a primeira habilitação a partir de junho deste ano receberão o novo documento. A mudança será gradual e atingirá todos os habilitados do país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos