Nova gestão do Tribunal de Contas do Estado toma posse

A nova gestão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) tomou posse, nesta quarta-feira. Além do conselheiro Rodrigo Melo do Nascimento, reconduzido ao cargo de presidente do TCE, tomou posse Márcio Pacheco, como vice-presidente e supervisor da Escola de Contas e Gestão do Tribunal. Marianna Montebello Willeman também foi reeleita para o cargo de corregedora-geral. O mandato é válido para o biênio 2023-2024. O governador Cláudio Castro participou da cerimônia, no Centro do Rio. Os conselheiros e ex-conselheiros afastados do TCE em 2017, durante a Operação Quinto do Ouro, não estiveram presentes.

Risco iminente: Secretaria estadual de Educação determina que servidores da sua sede, com risco estrutural, trabalhem em home office

Metrô: Estado planeja retomar obras da estação da Gávea após prazo de validade de inundação ter vencido

— A parceria entre as instituições deve ser o nosso princípio. Não há Estado na perspectiva do Executivo, do Legislativo, da Corte de Contas ou do Tribunal de Justiça. Existe o Estado na perspectiva do cidadão. Como diz a Constituição, nossos poderes são independentes, mas harmônicos entre si. Nossa população merece que tenhamos essa parceria — disse o governador em seu discurso — Somos o terceiro estado que mais gerou empregos, o segundo que mais abriu empresas. O Estado do Rio de Janeiro está virando a página.

Carnaval 2023: Presidente da Liesa diz que não tem como barrar Antonia Fontenelle na Sapucaí: 'Não tenho esse poder'

Também estiveram presentes na cerimônia o procurador-geral do TCE-RJ, Sergio Cavalieri Filho, o procurador-geral do Estado, Bruno Dubeux, o controlador-geral do Estado, Demétrio Farah, o secretário de Estado da Casa Civil, Nicola Miccione, o conselheiro do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM-RJ), Bruno Maia de Carvalho, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, além de prefeitos fluminenses, servidores do TCE-RJ e familiares dos empossados.