Nova obra descoberta em Londres é atribuída a Banksy

Grafite atribuído a Banski, em Londres, em 26 de abril de 2019

Uma nova obra que parece ter sido pintada pelo misterioso artista urbano britânico Banksy foi descoberta nesta sexta-feira perto do parque de Londres onde os ambientalistas da organização Extinction Rebellion acamparam durante uma semana e meia de protestos.

É o desenho de uma criança agachada que segura na mão direita o símbolo da Extinction Rebellion, junto com uma pá e um montinho de terra onde parece ter plantado uma pequena árvore.

Ao seu lado, uma mensagem escrita em branco afirma: "A partir de agora o desespero termina e começam as táticas".

A obra foi descoberta de manhã em Marble Arch, um dos cruzamentos mais transitados do centro de Londres, situado no extremo norte de Hyde Park.

A conta de Instagram de Banksy, sua forma habitual de comunicação, não mencionava a peça, mas segundo vários especialistas suas características e qualidade fazem pensar que só pode ser deste artista, cuja identidade é desconhecida do público.

O negociante de arte Andrew Tetley, que vendeu várias obras de Banksy, afirmou ao jornal londrino Evening Standard: "É virtualmente uma certeza que é dele".

"Ainda não se confirmou, obviamente, que seja de Banksy, mas claramente provoca muita excitação", disse à AFP Lindsey Solomons, de 53 anos, fã de arte de rua que admirava a obra.

Durante 11 dias, os ativistas da Extinction Rebellion irromperam em vários pontos de Londres com protestos festivos que perturbaram gravemente o trânsito para denunciar a falta de ação contra a mudança climática.

A mobilização, que terminou nesta quinta, resultou em 1.130 detidos e 69 pessoas foram acusadas principalmente por obstruir a via pública e resistir à ação policial.