As novas denúncias contra parlamentar conservador do Reino Unido acusado de apalpar homens

Chris Pincher
Chris Pincher disse que "bebeu demais" em sua carta de demissão ao primeiro-ministro

As novas denúncias contra parlamentar conservador do Reino Unido acusado de apalpar homens

Seis novas denúncias de comportamento inadequado contra o parlamentar britânico Chris Pincher vieram à tona dias depois de ele ter sido suspenso do Partido Conservador em meio a acusações de que ele apalpou dois homens.

As alegações remontam a mais de uma década.

Pincher diz que está buscando apoio médico profissional e não tem intenção de renunciar ao cargo de parlamentar.

Ele não respondeu ao pedido de entrevista da BBC, mas negou as acusações à imprensa britânica.

As denúncias noticiadas pelos jornais Independent, Mail on Sunday e Sunday Times incluem três casos em que se alega que Pincher fez avanços indesejados a parlamentares do sexo masculino, inclusive em um bar no Parlamento e em seu próprio gabinete parlamentar.

Nenhuma reclamação oficial foi feita contra ele.

Segundo a imprensa britânica, um dos parlamentares entrou em contato com o gabinete do primeiro-ministro em fevereiro com detalhes do que ele disse ter lhe acontecido e expressou suas preocupações de que Pincher se tornaria whip do Partido Conservador.

O whip é o parlamentar encarregado de fazer com que colegas sigam as orientações partidárias, ou seja, votem com o partido.

O gabinete do primeiro-ministro informou que o premiê Boris Johnson não estava ciente de nenhuma alegação específica quando nomeou Pincher como vice-whip em fevereiro.

A ministra de Trabalho e Pensões, Therese Coffey, disse ao programa Sunday Morning da BBC que foi "informada esta manhã" de que o primeiro-ministro "não sabia sobre alegações específicas" antes de fazer a nomeação.

Chris Pincher
Governo foi criticado por ser lento para agir em resposta a reclamações sobre Chris Pincher

Ela acrescentou que não havia falado pessoalmente com o premiê, mas alguém da assessoria de imprensa de Johnson lhe confirmou que ele desconhecia as denúncias contra Pincher.

Falando à Sky News anteriormente, Coffey disse que a nomeação "passou por um processo de verificação como normal".

Contudo, o gabinete do primeiro-ministro não negou uma alegação de um ex-assessor de Johnson Dominic Cummings de que o premiê se referiu a Pincher como "Pincher por nome, pincher por natureza" antes de nomeá-lo.

Em inglês, o verbo "pinch" significa "beliscar". Acredita-se, portanto, que Cummings aludia ironicamente à suposta fama de Pincher de fazer avanços indesejados contra homens.

Pincher, de 52 anos, renunciou ao cargo de whip na quinta-feira (30/6), depois de supostamente apalpar dois homens no Carlton Club, o clube dos membros do Partido Conservador, em Londres, na noite anterior.

Logo após o anúncio, o gabinete do primeiro-ministro indicou inicialmente que Johnson considerava o assunto como encerrado.

Mas Pincher acabou suspenso do Partido Conservador na sexta-feira (1/7) e seguirá agora como um parlamentar independente (sem partido).

Ele disse que "bebeu demais" na noite de quarta-feira, "envergonhando a mim e aos outros, e sinto muito pelo transtorno que causei".

"As tensões dos últimos dias, somadas às dos últimos meses, me fizeram aceitar que vou me beneficiar de apoio médico profissional", disse Pincher em um comunicado.

"Estou no processo de buscar isso agora, e espero poder retornar aos meus deveres eleitorais o mais rápido possível."

A ministra Coffey disse que Johnson tomou "medidas decisivas" para suspender Pincher na sexta-feira.

No entanto, Jonathan Reynolds, do Partido Trabalhista, que faz oposição ao governo de Boris Johnson, disse à emissora britânica Sky que os conservadores foram motivados pelo "que é politicamente conveniente sobre o que é certo".

Queixas contra parlamentares são examinadas por investigadores independentes, que podem fazer recomendações sobre outras medidas. Se eles decidirem suspender ou expulsar o parlamentar, isso precisaria ser votado pelos demais colegas.

Não é a primeira vez que Pincher se vê envolvido em denúncias de assédio sexual. Ele já havia perdido o cargo de whip em 2017, quando foi acusado de fazer uma investida indesejada no ex-remador olímpico e ativista pela preservação Alex Story.

Mas após uma investigação do partido, Pincher foi inocentado de qualquer violação do código de conduta.

- Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62027994

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos