Nove pessoas que tiveram contato com morta por Covid-19 na Bahia são infectadas

Louise Queiroga

Um caso na Bahia relacionado à propagação da Covid-19 chamou atenção em todo país nesta quarta-feira. Num primeiro momento, cinco pessoas que estiveram presentes no enterro de uma idosa, que havia sido infectada pelo coronavírus, testaram positivo para a doença. Embora não se possa indicar como eles foram contagiados, a hipótese trabalhada pelas autoridades de Saúde de Cairu é que o caixão da vítima tenha sido aberto. Outros quatro casos por "vínculo epidemiológico" foram confirmados pela Secretaria de Saúde nesta quarta-feira, informou a prefeitura em um comunicado postado no Facebook.

A nota explicou que foi dada continuidade à testagem rápida "nos contatos da primeira paciente que apresentou teste positivo" pela Secretaria da Saúde, em conjunto com o Comitê Municipal de Prevenção e Controle da Covid-19.

"Os nove pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato. Trinta e cinco pacientes com síndrome gripal também encontram-se sendo monitorados e em isolamento domiciliar", disse o boletim mais recente.

 

A morte da mulher, no último dia 7, marcou o primeiro caso confirmado de coronavírus no município. O teste fora realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia e divulgado no início desta semana.

A prefeitura informou que o caixão da idosa morta pela Covid-19 tinha saído fechado do hospital e com a recomendação para a família de que permanecesse lacrado. A paciente estava internada na Santa Casa de Misericórdia de Valença. Segundo a Secretaria de Saúde, a família custou a acreditar no resultado positivo.

"A equipe de Vigilância Epidemiológica do município está tomando todas as providências para realização do monitoramento das pessoas próximas à vítima, assim como das medidas de segurança e prevenção necessários. Enfermeiros, técnicos de saúde, psicólogos e assistente social da rede municipal de saúde estão oferecendo todo apoio à família e amigos da vítima. A Secretaria de Saúde lamenta pelo falecimento e deseja conforto aos familiares neste momento difícil", informou a prefeitura em nota enviada ao portal "G1".

A Secretaria de Saúde de Cairu reforçou que a necessidade de a população cumprir com o distanciamento social, acrescentando que esta é a medida mais eficaz para frear o avanço da Covid-19.

"Também é fundamental reforçarmos hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente, especialmente depois do contato com pessoas doentes e antes de se alimentar; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, se não estiver de mãos lavadas; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas e manter os ambientes bem ventilados", afirmou a prefeitura.