Novela do Globoplay, 'Todas as flores' tem cegos no elenco e nos bastidores e produção mira em acessibilidade

Primeira novela do Globoplay, "Todas as flores" terá a marca registrada do autor João Emanuel Carneiro (o mesmo de "A favorita" e "Avenida Brasil"), com personagens dúbios e grandes viradas. E em meio a estes artifícios, uma temática promete ressaltar: a deficiência visual. Sophie Charlotte, que vive a protagonista Maíra, será cega. E em seu núcleo terão atores que são deficientes também na vida real. Nos bastidores, também há profissionais cegos ou com baixa visão.

Para isso, a produção fez alguns ajustes mirando na acessibilidade. As plantas baixas, com as dimensões dos cenários, por exemplo, foram feitas em alto relevo, para que todos pudessem ler. Arquivos em braile também foram produzidos. A política é inédita na TV Globo.

"Todas as vezes que fazemos algo pela primeira vez, a mão treme, o corpo sua, o frio na barriga aumenta e muitas são as incertezas, dúvidas e inseguranças. De fato, comigo essa semana, não foi diferente, mas tem uma coisa que rolou nela, foi muita parceria, cumplicidade, vontade de fazer dar certo e uma equipe muito generosa trabalhando em conjunto para que nenhuma ponta ficasse desamarrada. Aprendi demais e saio daqui com o meu coração repleto de aprendizado e muitas coisas boas!", escreveu a assistente de direção Nathália Santos, que é cega, após terminar as gravações em Pirenópolis, interior de Goiás.

A novela também será lançada com a tecnologia de audiodescrição e vai oferecer a novela com e sem o recurso no Globoplay. O lançamento está previso para outubro, com episódios semanais até dezembro, em um primeiro bloco. E a parte final será divulgada entre abril e junho de 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos