Novidade para 2021: o Ford Transit vai voltar ao Brasil, agora montado no Uruguai

Jason Vogel
·2 minuto de leitura
Divulgação

Transit de quarta geração, em versão van de passageiros

Divulgação

O caro leitor se lembra do Transit, veículo comercial da Ford que foi vendido por aqui entre 2008 e 2014? Importado da Turquia, nunca conseguiu fazer o mesmo sucesso de seus rivais Fiat Ducato e Renault Master. Teve um total de 14.309 unidades emplacadas no Brasil ao longo de sete anos e sumiu do mercado quando uma nova geração foi lançada na Europa.

Agora, passados seis anos, a Ford anuncia que voltará a vender o Transit no Brasil. Desta vez, o modelo será importado do Uruguai, aproveitando as facilidades tributárias do Mercosul.

Essa “produção local”, digamos assim, é terceirizada e ficará a cargo da Nordex, uma versátil empresa especializada em montar kits CKD, sob encomenda, para diversos fabricantes.

Carros como o Citroën BX e o Renault Twingo vendidos no Brasil vinham das linhas da Nordex, em Montevidéu. Hoje, a empresa monta os furgões e vans Citroën Jumpy e Peugeot Expert, além do pequeno caminhão Kia Bongo. Até janeiro, a Nordex começará a armar a picape Peugeot Landtrek a partir de peças vindas da China (o modelo será exportado para o Brasil em 2021).

No segundo semestre

A Ford não faz veículos no Uruguai desde 1985, quando encerrou a montagem local dos Escort (com kits brasileiros). Com um investimento de US$ 50 milhões, a produção do Transit terá início em maio do ano que vem, com lançamento no segundo semestre de 2021.

O objetivo é fazer de 5 mil a 8 mil Transit por ano para todo o Mercosul. Haverá versões furgão de carga, van de passageiros e chassi-cabine. Os comunicados oficiais não adiantam que motores equiparão os modelos vendidos aqui — a Transit turca sai com os turbodiesel Duratorq TDCi (2.2 ou 2.4) que já equipavam a geração anterior, enquanto nos EUA há até um V6 a diesel. A alemanha ganhou esta semana uma versão 100% elétrica.

Nada foi dito também sobre a origem dos kits CKD. A quarta (e atual) geração da Transit é feita na Turquia e na China, prováveis fornecedores dos componentes para a Nordex. O modelo também é fabricado nos EUA e na Rússia.

Há duas semanas, a Ford concluiu a venda de sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP), onde eram produzidos os caminhões Cargo. Uma construtora ficou com o terreno.