Novo ganha mais um prefeito e faz planos de engordar partido em Minas

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 20.10.2022 - O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, do partido Novo.

(Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 20.10.2022 - O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, do partido Novo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Partido Novo dobrou sua quantidade de prefeitos no final de 2022: passou de 1 (Joinville-SC) para 2, agregando Patos de Minas (MG). Na cidade mineira, Luís Eduardo Falcão, eleito pelo Podemos em 2020, migrou para a legenda liberal.

O Novo faz planos de aumentar mais o número de administradores municipais em 2023, especialmente em Minas, onde o governador, Romeu Zema, que foi reeleito no ano passado, pertence ao partido.

A legenda tenta se reerguer após ter amargado sucessivas crises e decepções eleitorais nos últimos anos. Os problemas culminaram na saída do fundador, João Amoêdo, do partido.

Na última eleição, o Novo, que chegou a sonhar com uma bancada de até 15 deputados federais, elegeu apenas 3.