Novo golpe de cartão pode durar 6 segundos; aprenda a se proteger

·2 min de leitura
Nova modalidade de crime virtual, chamada de
Nova modalidade de crime virtual, chamada de "ataques de força bruta", pode durar apenas seis segundos para ser efetiva (Getty Images)
  • NordVPN dá dicas de como ter mais segurança

  • Países desenvolvidos estão mais propensos a este tipo de crime

  • Bandeira de cartões Visa aparece como a mais atingida

Não é nenhum exagero dizer que os criminosos estão cada vez mais sofisticados, e tecnológicos. De acordo com um estudo da Newcastle University, da Inglaterra, o tempo médio para se encontrar a combinação numérica correta de um cartão de crédito roubado é de apenas seis segundos. Pois é, se já era perigoso ter seus dados vazados de forma online, imagina o que não pode ser feito com cartões - cujos usuários podem ter seus dados financeiros descobertos com extrema facilidade.

Leia também:

Ataques de força bruta

Essa nova modalidade de crime virtual, chamada de "ataques de força bruta", consiste em utilizar sequências numéricas sucessivas, até conseguirem obter a combinação correta. Até por isso, o uso de senhas com caracteres não sequenciais e especiais são tidas como as mais seguras - fazendo com que tal processo, de roubo de dados, demore mais para ter sucesso.

O problema é que a indústria de cartões de crédito, no geral, possui padrões. Geralmente, os seis primeiros números pertencem à bandeira e instituição financeira (enquanto o último é um verificador), fazendo com que uma sequência de 16 dígitos precise ter apenas nove a serem descobertos.

Medidas de proteção

Visando uma maior segurança por parte dos usuários, pesquisadores em segurança da NordVPN analisaram mais de 4,4 milhões de cartões obtidos pelos criminosos desta maneira. Como resultado, os mesmos sugeriram - além de um incremento aos sistemas de proteção nas instituições bancárias -, que os próprios usuários passem a ativar sistemas de biometria e/ou autenticação em dois fatores na hora das compras. Além disso, o fato de usar a aproximação nas maquininhas ajuda a evitar a clonagem.

Países desenvolvidos são mais vulneráveis

De acordo com o estudo da universidade inglesa, pasmem, os países mais desenvolvidos são os com maior risco de ocorrência de roubos de cartão de crédito. E o motivo é bastante simples: as pessoas acabam possuindo mais contas bancárias e diferentes cartões de crédito, o que dificulta a manutenção de senhas mais elaboradas e seguras.

Bandeiras mais visadas

Segundo as informações obtidas, a bandeira Visa aparece como a mais atingida por ataques de força bruta, seguida de perto por Mastercard e American Express. Além disso, foi descoberto que os cartões de débito são os mais atingidos por criminosos utilizando este método, já que os mecanismos de proteção e detecção contra fraude são menores nesse tipo de cartão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos