Novo governo boliviano restabelece relações com Venezuela de Maduro

·1 minuto de leitura
Foto divulgada pela Agência Boliviana de Informação (ABI) mostra novo presidente da Bolívia Luis Arce discursando no Congresso em La Paz, na sua posse em 8 de novembro 2020.
Foto divulgada pela Agência Boliviana de Informação (ABI) mostra novo presidente da Bolívia Luis Arce discursando no Congresso em La Paz, na sua posse em 8 de novembro 2020.

O presidente de esquerda da Bolívia, Luis Arce, restabeleceu as relações diplomáticas com o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro, ao reconhecer nesta quarta-feira (11) seu novo embaixador, um ano após sua antecessora Jeanine Áñez (direita) romper com elas.

Em um ato solene na casa presidencial em La Paz, Arce recebeu o chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, e as cartas credenciais do novo chefe da missão diplomática, Alexander Yánez, constatou a AFP.

O ministério das Relações Exteriores da Bolívia comunicou depois no Twitter que "o Chanceler da #Venezuela Jorge Arreaza apresentou as Cartas Credenciais de seu Embaixador na #Bolívia Alexander Yánez, do Presidente do Estado Plurinacional Luis Arce Catacora e do Chanceler Rogelio Mayta".

Arreaza chegou para a posse de Arce como presidente no domingo e na segunda-feira liderou a "recuperação" de sua embaixada em um bairro nobre da cidade de La Paz.

As relações entre Bolívia e Venezuela foram estreitas durante os governos do falecido Hugo Chávez (1999-2013), e do ex-presidente Evo Morales (2006-2019), e continuaram depois com Maduro, mas foram interrompidas com Áñez.

jac/rs/aa