Novo plano dos EUA prevê abrigo a famílias de imigrantes em hotéis

Ted Hesson e Kristina Cooke
·1 minuto de leitura

Por Ted Hesson e Kristina Cooke

WASHINGTON (Reuters) - Algumas famílias de imigrantes que chegarem aos Estados Unidos serão abrigadas em hotéis, prevê novo programa administrado por organizações sem fins lucrativos, de acordo com duas fontes familiarizadas, planos que representam um afastamento dos centros de detenção com fins lucrativos criticados por democratas e especialistas sanitários.

A organização Endeavors, baseada na cidade de San Antonio, irá supervisionar o que chama de "locais de recepção de famílias" em hotéis do Texas e no Arizona, disseram duas fontes. A organização, em parceria com outras entidades sem fins lucrativos, irá providenciar inicialmente 1.400 vagas em sete hotéis de marcas diferentes para famílias consideradas em situação vulnerável quando apreendidas na fronteira.

A abertura dos centros de recepção marcariam uma mudança significativa do governo, com o presidente Joe Biden, um democrata, se afastando da ideia de detenção de famílias de imigrantes em instalações com fins lucrativos.

Em janeiro, Biden emitiu um decreto orientando o Departamento de Justiça a não renovar seus contratos com instituições de detenção criminal de operação particular. O decreto não abordou, no entanto, os presídios de imigrantes comandados pela Agência Alfandegária e de Imigração do país (ICE, na sigla em inglês).

(Reportagem de Ted Hesson em Washington e Kristina Cooke em San Francisco)