Novo presidente do Banco do Brasil inicia troca de cadeiras na cúpula da instituição

Geralda Doca
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA – O novo presidente do Banco do Brasil (BB), Fausto Ribeiro, deu início nesta terça-feira às trocas na cúpula da instituição. Em comunicado ao mercado, o BB informou que José Ricardo Fagonde Forni ocupará a vice-presidência de Gestão Financeira e Relações com Investidores. Ele era diretor de Suprimentos Infraestrutura e Patrimônio.

Forni assumirá a vaga de Carlos José da Costa André e Ferreira, de Mauro Ribeiro Neto.

Interferência: Banco do Brasil, Petrobras e Eletrobras já perderam R$ 97 bi

O mesmo comunicado informa também que o diretor de Governo, Ênio Mathias Ferreira, foi promovido a vice-presidente Corporativo.

Ao todo, o BB dispõe de sete vice-presidências e mais da metade deverá ser substituída por Fausto Ribeiro, que pretende fazer indicações políticas, mais alinhadas ao seu perfil.

Segundo interlocutores do BB, os dois se anteciparam e pediram demissão. Carlos André vai se aposentar e Mauro Neto recebeu convite do setor financeiro privado

Ribeiro era presidente da BB Consórcios e assumiu o comando do BB no lugar do executivo André Brandão. Em carta aos funcionários, declarou que vai atuar de forma “integrada e sinérgica” com as diretrizes do presidente Jair Bolsonaro.

No documento, ressaltou ainda que pretende resgatar o papel do BB como banco público e dar continuidade à política de desinvestimento.

Um dos motivos para a troca do comando do BB foi o plano de estruturação do banco anunciado por Brandão em janeiro e que previa o fechamento de 361 agências, além de estímulos de demissão voluntária para reduzir despesas e melhorar o resultado do banco. O projeto desagradou Bolsonaro, que pediu a cabeça de Brandão.

Para fontes ligadas ao BB, as primeiras trocas indicam perda para administração do banco.