Rodízio de carros em São Paulo volta mais rígido a partir de segunda; entenda

Ruas de São Paulo no dia 8 de abril, quando a cidade já havia tomado medidas contra o coronavírus (Foto: Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images)

A partir desta segunda-feira (11), a Prefeitura de São Paulo retomará o rodízio de veículos, que estava suspenso havia quase dois meses. E será mais rígido, como uma medida para aumentar a quarentena do novo coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Notícias no Google News

Os automóveis só poderão circular dia sim, dia não, em todas as vias da capital. Nos dias pares, apenas veículos com placa final par estão liberados. Ou seja, no primeiro dia de restrição, 11 de maio, estes automóveis serão proibidos de transitar. Carros com placa final ímpar poderão circular na estreia do novo rodízio.

Leia também

A restrição de tráfego será adotada todos os dias, inclusive finais de semana e feriados. A única exceção será em 31 de maio, um domingo, quando o rodízio ficará suspenso.

Outra mudança em relação à regra anterior diz respeito à extensão territorial. Antes, o rodízio valia no centro expandido. A partir de segunda, será adotado em toda a cidade.

A medida ficará em vigor por tempo indeterminado e tem como objetivo aumentar a taxa de isolamento social na cidade, para evitar a propagação do novo coronavírus.

Quem descumprir o novo rodízio receberá multa de R$ 130,16 e ganhará quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.